As encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos caíram 3,3% em outubro, para o valor sazonalmente ajustado de US$ 196,05 bilhões, segundo o Departamento de Comércio. Essa foi a maior queda desde janeiro de 2009 e a segunda em três meses. Economistas esperavam um aumento de 0,1% nas encomendas. Em setembro, as encomendas de bens duráveis cresceram 5,0%, em dado revisado. Originalmente, o Departamento de Comércio havia calculado alta de 3,5% para o mês.

As encomendas de bens de capital não ligados a defesa excluindo aeronaves - um medidor dos investimentos das empresas - também teve queda forte em outubro, de 4,5%. As encomendas de equipamentos de transporte em geral recuaram 5,2%. Fora do segmento de transporte, as encomendas de todos os outros bens duráveis recuaram 2,7%.

As encomendas de bens de capital de defesa tiveram queda de 21 3%, enquanto as de bens de capital caíram 6,6% e as de bens de capital não ligados a defesa cederam 4,5%. Os embarques de bens duráveis tiveram queda de 0,9% e os estoques subiram 0,4%. As encomendas não atendidas, que são um sinal de demanda futura, aumentaram 0,7%. As informações são da Dow Jones.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]