Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 |
| Foto:

Quem faz

Ano de fundação: marca O Boticário, 1977, em Curitiba; Grupo Boticário, 2010, em São José dos Pinhais.

Cidades onde atua: 1.750 no Brasil e em outros oito países no exterior.

Área em que atua: mercado de beleza.

Faturamento: a rede O Boticário, um dos braços do grupo, faturou R$ 6,9 bilhões em 2012.

Donos: Miguel Krigsner e Artur Grynbaum.

Número de funcionários: 6 mil.

Quanto espera crescer em 2013: A expectativa para a unidade O Boticário é de 20%.

Por que é bem feito: apostou na criatividade ao diversificar marcas e canais de vendas, além de acompanhar o recente boom de consumo da classe C brasileira.

600 voluntários participam a cada mês de provas com novos ingredientes e combinações, no centro de pesquisas de O Boticário. São analisados os fundamentos mais básicos de possíveis substâncias ativas ao desempenho das embalagens, passando pela percepção dos consumidores. Desses voluntários, 90% delas mulheres. Eles têm pele e cabelo analisados e opinam sobre a sensação que os produtos ocasionam (cheiro e textura, por exemplo).

  • A fábrica do grupo Boticário foi fundada em 1982 em São José dos Pinhais (PR) para abrigar as áreas de desenvolvimento e de produção da marca. O grupo surgiu como consequência do sucesso de itens próprios produzidos pela farmácia de manipulação de Curitiba que foi o embrião do grupo. A marca O Boticário foi criada em 1977; o grupo, em 2010
  • A partir de 2011, o grupo Boticário passou a diversificar marcas para segmentar os produtos. Assim surgiram as marcas Eudora (cosméticos e artigos eróticos para mulheres), Quem Disse Berenice (maquiagem jovem com preços acessíveis) e The Beauty Box (multimarcas). Também foi uma forma de o grupo, já campeão em franquias, buscar variar canais de venda. Produtos da Eudora estão à venda por catálogos; da Beauty Box, pela internet e em lojas físicas. A marca O Boticário também diversificou linhas, como as de maquiagem Make B e Intense
  • Químicos, biólogos, farmacêuticos e esteticistas, entre outros técnicos, trabalham no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento do Boticário, inaugurado em março em São José dos Pinhais. O desenvolvimento de cada produto leva cerca de seis meses
  • Antes de colocar os produtos do Boticário no mercado, técnicos testam a durabilidade das embalagens no laboratório. A máquina da foto (chamada pack testing) reproduz o ambiente no interior de uma bolsa para checar se o produto resistiria ao dia a dia sem abrir, derreter ou quebrar. A marca terceiriza a produção de embalagens para fornecedores brasileiros e estrangeiros
  • Mulheres da comunidade de São José dos Pinhais se voluntariam para testes no centro do Boticário. As fotografias registram o
  • Voluntários também avaliam aspectos sensoriais e olfativos dos produtos do Boticário que estão a ser lançados – muitas vezes sem nem mesmo conhecer a cor do item, para que a opinião seja livre de pré-impressões. Os testes são feitos em 15 cabines específicas. Na foto, a cabine
  • Nas cabines
  • Em uma das salas de testes do Boticário, voluntárias testam produtos de maquiagem. Nesta etapa, elas informam nos questionários o que acharam da fixação, cores, durabilidade e facilidade de uso dos produtos
  • Em uma sala anexa, as pétalas de lírio são dispostas em gavetas de acrílico para que o aroma seja captado por uma camada de gordura vegetal hidrogenada. A separação do óleo essencial ocorre por meio de um processo similar à destilação. O enfleurage também foi usado para extrair o óleo da dama-da-noite para a edição limitada do perfume Sensuelle
  • A fábrica do Boticário é dividida em áreas – perfumes (hidroalcoólicos), maquiagem e cremes e loções (hidratante, pós-barba, filtros solares, bases, etc). Nos reatores (ou
  • Atualmente o portfólio de O Boticário conta com mais de 1,1 mil produtos entre itens de perfumaria, maquiagem e cuidados pessoais
  • A fábrica de São José dos Pinhais hoje passa por uma expansão de R$ 85 milhões que possibilitará aumentar a capacidade de fabricação de 280 milhões de itens/ano para 315 milhões de itens/ano. O foco será a produção de maquiagem, que será duplicada para 75 milhões de itens/ano. O grupo também investe na construção de uma fábrica em Camaçari (BA) e de um centro de distribuição em São Gonçalo (RJ), com conclusão prevista para o início de 2014
  • Fundador da marca, Miguel Krigsner deixou a presidência do grupo em 2008 para assumir o conselho de administração. Farmacêutico, Krigsner se mantém uma fonte importante para o desenvolvimento de produtos da marca paranaense.

Uma das maiores preocupações corporativas do Grupo Boticário hoje é deixar claro que é, ao mesmo tempo, quatro (O Boticário, Eudora, Quem disse, Berenice? e The Beauty Box). Esse é o número de marcas de cosméticos com que o grupo criado em São José dos Pinhais busca se manter em crescimento, na onda de consumo da vaidade brasileira. Nos últimos dois anos, o grupo diversificou marcas e canais de venda para não se tornar vítima do que o fundador, Miguel Krigsner, chama de "ficar de braços cruzados no shopping, à espera do cliente". Também apostou pesado em inovação, investindo R$ 37 milhões em um centro de pesquisa e desenvolvimento inaugurado em março deste ano, além de aumentar o leque de fornecedores internacionais de matéria-prima.

SLIDESHOW: Conheça o Grupo Boticário

A estratégia sofreu um baque em maio com a extinção precoce da marca Skingen, que fazia cosméticos com base no perfil genético do cliente. Mas outra empreitada tem se mostrado acertada. A marca de maquiagem Quem Disse, Berenice? excedeu as expectativas e deve ter franquias em 16 cidades do país até o fim de 2013. Para isso, a fábrica do grupo passa por uma ampliação de R$ 85 milhões em que será dobrada a capacidade de produção de maquiagem – para 75 milhões de itens por ano. Além disso, a segunda fábrica deve ser inaugurada em 2014 na Bahia, juntamente com um centro de distribuição, ao custo de R$ 535 milhões. Será dedicada principalmente à fabricação de cremes, xampus e perfumes.

O Boticário é a maior rede de franquias do país, segundo a Associação Brasileira de Franchising. Mas, consciente de que disputa espaço em um setor competitivo, o grupo se esforça em sair da zona de conforto. A multimarcas The Beauty Box tem loja virtual e 13 físicas. Lançada em 2011, a marca Eudora busca consolidação nas vendas por catálogo, terreno da grande rival do grupo, a Natura, que abriu capital em 2004.

Presidente do conselho de administração do grupo, Krigsner garante que faz parte do DNA da empresa buscar oportunidades mesmo quando o cenário parece espinhoso. Hoje, a intenção é garantir fatia considerável do boom de consumo que a ascensão da classe C representou. Apesar de o grupo ter representantes comerciais em outros países, falta ânimo em concorrer com os gigantes do setor. Principalmente quando há mercado considerável a ser explorado no país. "Estamos nos concentrando em entender o gosto do Brasil, que é um país especial, com um consumidor exigente. E isso é bom", garante Krigsner.

Pesquisa reúne prospecção lá fora e fórmulas originais

Desde março, quando o centro de pesquisas de O Boticário foi inaugurado, as marcas do grupo lançaram maquiagens de ultra-fixação à prova d'água, iluminadores líquidos, cosméticos com óleos de argan e de monoi – produtos já consagrados por marcas estrangeiras. Mas o grupo tem seu próprio rol de inovações. É o caso de um campeão de vendas , o perfume masculino Malbec, criado em 2004. A colônia tem como base um álcool pioneiro, feito de uva.

Outro exemplo é o enfleurage, um processo centenário de extração de óleos essenciais que a marca recriou em 2010. Tendo como base o óleo de lírios orientais, colhidos durante o ano todo em Holambra, São Paulo, a empresa produz o perfume Lilly Essence. A matéria-prima surge de cerca de 840 hastes, cada uma com até cinco flores, que rendem de 80 a 100 gramas de óleo essencial.

Tradição

Paixão do fundador do grupo, Miguel Krigsner, a perfumaria o levou a criar produtos próprios na farmácia de manipulação fundada em 1977 em Curitiba. Foi a falta de espaço para produção que estimulou a expansão da empresa. "Houve uma hora em que estávamos armazenando uma tonelada de álcool no Centro da cidade, o que era inviável", brinca ele. Perfumes, xampus de algas marinhas e hidratantes de colágeno foram os primeiros objetos de desejo criados pelo grupo.

O Boticário

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]