Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Marcos Canan vende carnes nobres, como a de cordeiro, que ele mesmo produz | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Marcos Canan vende carnes nobres, como a de cordeiro, que ele mesmo produz| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Negócio

Faturamento abre caminho para expansão

A capacidade de se reinventar é uma das virtudes do empreendedor Marcos Canan. Formado em jornalismo pela Universidade Tuiuti do Paraná, ele trabalhou na RPCTV até dar uma guinada na carreira e decidir investir em pecuária, tornando-se ovinocultor, em 2007. "Minha família tinha uma propriedade de 17 hectares em Piraquara e, depois de alguns estudos, identifiquei a criação de carneiro como uma boa oportunidade de negócio." Na Cabanha Canan, ele trabalhou com melhoramento genético, produção de matrizes e abate.

Ao longo dos anos de manejo na criação, Canan foi amadurecendo a ideia de abrir um açougue sofisticado inspirado em exemplos que conheceu em São Paulo, Rio de Janeiro e fora do país. "Em Curitiba não existia nada parecido com a minha proposta de oferecer carnes premium", diz ele, até então apenas fornecedor de carne.

Canan pulou para o outro do lado do balcão em abril deste ano, quando inaugurou a Bull Prime em um espaço de 140 m2 no bairro Água Verde, empregando oito funcionários, entre eles dois chefs de cozinha e um sommelier. A projeção inicial era faturar R$ 70 mil por mês, mas a resposta foi muito melhor do que Canan esperava. "Estamos faturando mais que o dobro, R$ 160 mil."

Planos futuros

O momento é tão bom que o empresário planeja abrir duas filiais em 2015: uma no Ecoville e outro no Shopping Crystal. "Vai ser a primeira casa de carnes dentro de um shopping no Brasil, mais focada em refeição", diz.

Apesar dos planos de expansão, Canan afirma que cada movimento é cuidadosamente planejado. "Já recebi proposta para abrir uma franquia, mas sou muito cauteloso." Mesmo assim, é otimista com o futuro. "A meta é fechar 2015 faturando R$ 320 mil, mas acho que temos mercado para chegar a R$ 400 mil. Meu ticket médio é alto", afirma o empresário, que dedica muitas horas por dia ao negócio. "É o olho do dono que engorda a boiada", lembra.

O texto de apresentação do Bull Prime na internet deixa clara a missão do negócio: revolucionar o mercado de açougue. Especializada em carnes nobres, a casa aberta há oito meses pelo empresário Marcos Canan, 31 anos, surpreende os clientes em tudo – dos cortes oferecidos à sala de preparo envidraçada, passando pelo bistrô e a variedade de rótulos de cervejas especiais. "Trabalhamos com carnes premium e hoje somos referência em layout de loja e apresentação de produtos", explica.

Assista ao vídeo e conheça melhor a empresa premiada

A revolução de Canan, resultado de um investimento de R$ 1 milhão, conduziu a Bull Prime ao primeiro lugar na categoria Comércio Pequeno Porte do Prêmio Bem Feito no Paraná. O empresário está provando que é possível se reinventar mesmo em um negócio tão comum como o varejo de carnes.

O açougue é o único do Paraná que vende diretamente ao consumidor final a linha Swift Black, a marca superpremium do frigorífico JBS. "É uma carne com um padrão de qualidade altíssimo", destaca. Canan exemplifica com o bife de chorizo da Swift Black, premiado com a nota máxima (três estrelas) do Instituto Internacional de Gosto e Qualidade (iTQi, na sigla em inglês).

A Bull Prime também é a primeira no estado a comercializar o mundialmente famoso Kobe Beef, de origem japonesa, considerada uma das melhores carnes do mundo. Importado de um criador da Austrália, único fora do Japão certificado como Kobe, o produto se destaca pela maciez e suculência graças ao alto teor de gordura entre as fibras. "Na escala de marmorização da carne, que vai de dois a 12, a nossa é dez. É uma gordura que não faz mal", esclarece. Tamanha qualidade tem o seu preço – o quilo custa R$ 589 e a peça, que pesa de quatro a cinco quilos, só é vendida inteira. Outro destaque é a carne de cordeiro produzida pelo próprio Canan em Piraquara, onde tem uma criação de carneiros.

Diversificação

A casa tem ainda a linha completa de acompanhamentos e acessórios. Também serve almoço executivo e o jantar. O prato executivo sai por R$ 39 no almoço e o consumidor escolhe o corte que vai consumir. No jantar, o sistema à la carte proporciona extravagâncias gastronômicas, como a sequência de Kobe Beef, que custa R$ 290 por pessoa.

Na cerveja

Criado na cidade de Kobe, o boi wagyu ganhou fama como a melhor carne bovina do mundo devido ao manejo. Mantidos em propriedades pequenas e planteis menores, os animais recebem massagens, o que ajudaria a entremear mais gordura na carne. A dieta dos animais inclui cerveja.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/pt_BR/all.js#appId=254792324559375&xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

Bem Feito no Paraná 2014 | 1:51

Bull Prime aposta em carnes nobres

A empresa foi aberta há menos de um ano, mas já está chamando a atenção dos clientes. Reúne, em um mesmo espaço, a casa de carne com cortes nobres, açougue convencional, e loja com todos os acompanhamentos para um bom churrasco ou jantar.

VER MAIS VÍDEOS

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]