i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Rede social

Facebook receberá aprovação da UE para oferta de US$ 19 bi pelo WhatsApp

A aquisição histórica dará à rede social uma posição firme no mercado de rápido crescimento de mensagens móveis

  • PorReuters
  • 25/09/2014 14:06
Aplicativo de troca de mensagens foi adquirido por US$ 19 bilhões pelo Facebook | Divulgação.
Aplicativo de troca de mensagens foi adquirido por US$ 19 bilhões pelo Facebook| Foto: Divulgação.

O Facebook, maior rede social do mundo, vai receber aprovação incondicional da União Europeia para sua oferta de US$ 19 bilhões pela startup de mensagens em dispositivos móveis WhatsApp em um acordo que joga a companhia contra operadoras de telecomunicações, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto nesta quinta-feira (25).

A aquisição histórica, a maior nos 10 anos de existência do Facebook, dará à companhia uma posição firme no mercado de rápido crescimento de mensagens móveis.

O plano do WhatsApp para adicionar serviços de chamadas de voz gratuitos para seus 450 milhões de consumidores ainda este ano, no entanto, torna o aplicativo um poderoso concorrente em potencial de companhias como a Telefónica, a Telecom Italia e a Deutsche Telekom.

Analistas disseram que a investida provavelmente atingirá o volume de negócios das provedores de telecomunicações conforme a indústria caminha para seu quinto ano de queda nas receitas. O setor buscou reguladores da UE para extrair concessões do Facebook.

O Facebook convenceu a Comissão Europeia de que o negócio não tem efeitos anticompetitivos e, portanto, concessões não são necessárias, segundo as fontes.

"É uma aprovação incondicional", disse uma das fontes, que não quis ser identificada pois a decisão da Comissão Europeia ainda não é pública.

O porta-voz da Comissão, Antoine Colombani, não quis comentar. A autoridade antitruste da UE definiu 3 de outubro como prazo final para sua decisão.

O negócio parece não representar problemas de competição para a Comissão, disse Tobias Caspary, sócio do escritório de advocacia Fried Frank.

"Ambas as partes estão oferecendo seus serviços gratuitamente. Parece improvável que clientes ficarão presos em relação a mensagens instantâneas, e seria relativamente fácil mudar para ofertas alternativas, como Skype ou Line", disse ele.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.