Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) estudam propostas para entregar ao Banco Central que desestimulem o uso do papel moeda, de acordo com Raul Moreira, vice-presidente de Varejo do Banco do Brasil e da Abecs. Anualmente, conforme dados da Febraban citados por Moreira, R$ 1 trilhão são sacados dos caixas eletrônicos dos bancos. Um caminho possível, de acordo com o executivo, é o inverso, incentivando meios de pagamentos eletrônicos. Há, contudo, segundo ele, três gargalos que dificultam o menor uso da moeda: cultural, legislação e tecnologia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]