O saldo da entrada e saída de dólares do país (fluxo cambial) fechou positivo no mês de maio com US$ 3,134 bilhões, conforme divulgou nesta quarta-feira (3) pouco o Banco Central. É o melhor resultado desde abril do ano passado, quando o superávit chegou a US$ 6,723 bilhões.

As operações comerciais (exportações, importações e financiamento ao comércio exterior) contabilizaram saldo positivo de US$ 1,551 bilhão no mês passado, e o fluxo financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações) teve resultado positivo de US$ 1,583 bilhão.

Segundo o BC, foi o segundo fluxo cambial mensal seguido em alta, uma vez que abril registrou alta de US$ 1,430 bilhão. Com isso, a entrada de recursos estrangeiros reverte os déficits de janeiro (- US$ 3,018 bilhões) e março (- US$ 797 milhões) e fecha o período janeiro-maio com superávit de US$ 1,590 bilhão.

O fluxo cambial em fevereiro também foi positivo em US$ 841 milhões, o primeiro depois de quatro meses seguidos (outubro a janeiro) de fortes déficits cambiais, provocados pela deterioração da crise financeira mundial.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]