Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A saída da Grécia da zona do euro pode causar uma propagação "imprevisível" da crise da dívida, um cenário que a França vai tentar evitar a todo custo. A declaração, do ministro das Finanças francês Pierre Moscovici, foi dada nesta terça-feira (22).

"Tudo deve ser feito para ajudar as forças a favor da Europa e do euro na Grécia" antes das novas eleições marcadas para o mês que vem, disse Moscovici. O ministro citou a necessidade de "medidas para impulsionar o crescimento e dar de volta esperança ao povo grego".

Paris e Berlim podem fechar compromissos sobre uma série de propostas francesas para relançar o crescimento econômico na Europa, apesar de a Alemanha discordar atualmente da emissão de eurobonds, proposta pela França, acrescentou o ministro. As informações são da Dow Jones.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]