i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Salários

Funcionários de Itaipu pensam em parar de novo

  • PorDenise Paro
  • 13/12/2006 17:53

Foz do Iguaçu – Funcionários da Itaipu Binacional retornaram ao trabalho ontem, mesmo sem conseguir aumento de salário, após uma paralisação de 24 horas. As visitas ao complexo turístico da hidrelétrica, que haviam sido suspensas na segunda-feira, voltaram a ser feitas.

A retomada das atividades foi definida em assembléia realizada pela manhã. O presidente do Sindicato dos Eletricitários de Foz do Iguaçu (Sinefi), Assis Paulo Sepp, diz que a categoria solicitou à empresa mais uma rodada de negociações para tratar do assunto. Uma nova assembléia será realizada ainda nessa semana para definir se os funcionários deflagram ou não uma paralisação por tempo indeterminado.

Segundo Sepp, o aumento real dos salários é o ponto mais difícil da negociação. "O índice não é grande, só que a Itaipu alega que elevará muito o custo", diz. Os funcionários querem um aumento real de 1,5% sobre os salários já reajustados em 2,71% este ano. No entanto, a empresa diz que não vai conceder o benefício porque o lado paraguaio não concorda e também porque os empregados já recebem anuênio, por meio do qual se acumulam ganhos de salário a cada ano.

Segundo o diretor administrativo da Itaipu, Edésio Passos, o aumento salarial de 1,5% significaria um gasto de R$ 300 mil a mais por mês, ou R$ 3,6 milhões em12 meses.

Outras reivindicações da categoria são critérios para a promoção de funcionários por mérito e equiparação de valores relativos à indenização por dispensa sem justa causa entre brasileiros e paraguaios. Hoje os brasileiros recebem entre 20% a 30% a menos que os paraguaios.

Ao todo, 900 dos 1,2 mil funcionários contratados pela Itaipu, no lado brasileiro, aderiram à paralisação ontem, com exceção dos engenheiros, segundo o sindicato. O salário médio pago pela usina é de R$ 3,6 mil, mas há cargos que recebem R$ 700. A produção de energia não foi afetada porque está garantida por lei, em época de greve.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.