i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Protesto

Funcionários param por 24h na agência do Banco do Brasil do Seminário

  • PorCélio Yano
  • 10/09/2008 08:10
Bancários estenderam faixas para protestar contra diretoria do Banco do Brasil na agência Seminário | Cadi Busatto/Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região
Bancários estenderam faixas para protestar contra diretoria do Banco do Brasil na agência Seminário| Foto: Cadi Busatto/Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região

A agência Seminário do Banco do Brasil (BB) (Avenida Sete de Setmbro, 6810), no bairro Seminário, em Curitiba, ficará fechada durante toda esta quarta-feira (10) em razão de um protesto de 24h dos funcionários, que reclamam das condições de trabalho na unidade. De acordo com o Sindicato dos Bancários de Curitiba e região, as filas no local são constantes e o espaço físico da agência é pequeno para o número de clientes que possui.

"É urgente a contratação de mais funcionários", diz nota do sindicato. "O espaço físico é inadequado facilitando a aglomeração de pessoas no interior da agência, as mesas de atendimento são grudadas uma nas outras, há pouca ventilação e por vezes há bancários operando fora do espaço reservado aos caixas, completamente desprotegidos e sujeitos a roubos", explicou Pablo Diaz, dirigente sindical e trabalhador no BB.

O sindicato realizou uma fiscalização durante a terça-feira (9) para verificar as condições de trabalhos em agências do BB de toda a cidade. Na avaliação dos sindicalistas, a Operação Haja Saco, como foi batizada, foi satisfatória. Segundo eles, as piores condições de atendimento foram verificadas nas agências Alto da XV, Seminário e Carlos Gomes.

Na agência Seminário trabalham cerca de 25 funcionários, que tiveram as atividades totalmente paralisadas pelo sindicato nesta quarta-feira. O próprio sindicato indica três unidades como alternativas para os clientes: agência Batel (Avenida Sete de Setembro, 4781, esquina com Bento Viana), agência Buenos Aires (Rua Buenos Aires, 135, próximo ao Shopping Cristal) e agência Portão (Rua Carlos Dietzsch, 137, próximo à Igreja do Portão).

A assessoria do Banco do Brasil informa que a agência voltará às atividades normais de atendimento nesta quinta-feira (11). Todas as reivindicações dos trabalhadores serão feitas entre o sindicato dos bancários e a Federação Brasileiro dos Bancos (Febraban).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.