i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
mercado

Fundo da GWI deixa de liquidar operações na bolsa

Os investimentos geridos na GWI derreteram em meio à turbulência dos mercados financeiros globais nas últimas semanas, após o rebaixamento da nota da dívida dos Estados Unidos e em meio ao temor de uma recessão nas principais economias

  • PorReuters
  • 22/08/2011 16:16

A GWI Asset Management, gestora de recursos fundada pelo coreano Mu Hak You e que sofreu enormes prejuízos com a recente volatilidade das ações, não liquidou operações realizadas na BM&FBovespa e foi incluída pela bolsa em uma lista de empresas inadimplentes, de acordo com nota da BM&FBovespa nesta segunda-feira.

"Informamos que, conforme comunicação recebida de Sociedade Corretora, o Fundo de Investimento em Ações GWI Private Investimento no Exterior deixou de liquidar débitos de operações realizadas na bolsa", segundo o texto, assinado pela diretora-executiva das Clearings, Depositária e de Risco da BM&FBovespa, Amarílis Sardenberg.

O documento foi obtido pela Reuters com um operador e o seu teor foi confirmado pela bolsa.

O fundo Private da GWI tem patrimônio líquido negativo de cerca de 22 milhões de reais, de acordo com o último dado disponível na página da GWI na Internet. O fundo evaporou rapidamente, com queda de 112 por cento no mês.

Os fundos da GWI haviam sido fechados para resgates e aplicações pela administradora, a BNY Mellon Serviços Financeiros DTVM, a partir de 12 de agosto.

Segundo comunicado da GWI na ocasião, uma assembleia geral extraordinária aconteceria em 26 de agosto, onde os cotistas devem decidir o futuro dos fundos.

Os investimentos geridos na GWI derreteram em meio à turbulência dos mercados financeiros globais nas últimas semanas, após o rebaixamento da nota da dívida dos Estados Unidos e em meio ao temor de uma recessão nas principais economias.

A produtora de carne Marfrig, que constava do portfólio da GWI, foi arrastada pelas perdas e teve queda de quase 40 por cento em apenas três dias no começo de agosto.

Procurada, a GWI não quis comentar o assunto.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.