i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Crise

Greve geral reduz transporte e complica trânsito em Portugal

Movimento foi convocado pela Confederação Geral de Trabalhadores de Portugal (CGTP) para protestar contra medidas de austeridade tomadas pelo governo do país

  • PorEfe
  • 14/11/2012 05:24
Trabalhadores fecham a entrada do estaleiro Mitrena, no sul de Lisboa | Reuters/Jose Manuel Ribeiro
Trabalhadores fecham a entrada do estaleiro Mitrena, no sul de Lisboa| Foto: Reuters/Jose Manuel Ribeiro

A greve geral desta quarta-feira (14) reduziu drasticamente o transporte público em Portugal embora o trânsito tenha vários engarrafamentos nos acessos às grandes cidades, como a capital e Porto.A Confederação Geral de Trabalhadores de Portugal (CGTP) considerou a greve (a terceira em um ano contra a austeridade do governo conservador) um sucesso em suas primeiras horas e calculou a adesão "em mais de 90%" em diversos serviços, sobretudo o transporte.

As ferrovias, tanto locais quanto interurbanas, os metrôs de Lisboa e do Porto, os ônibus e as conexões fluviais foram fortemente afetados pelo protesto e não houve serviços municipais de limpeza na capital e nos centros urbanos próximos.

Os turnos de noite dos hospitais e as fábricas da zona industrial de Lisboa também registraram incidência "alta" da greve, segundo o secretário-geral da CGTP, Armênio Carlos, que percorreu durante a noite vários centros de trabalho que com outros líderes da esquerda marxista portuguesa para promover a greve.

Em declaração aos jornalistas, Carlos comemorou os primeiros dados da greve e considerou as ações um aviso do povo contra a política de cortes do primeiro-ministro Pedro Passos Coelho.

O governo de Portugal, sujeito ao programa de ajuste financeiro do resgate internacional que o país obteve no ano passado, não deu números sobre o alcance da greve, como é habitual, mas ratificou nos últimos dias sua decisão de não reduzir a austeridade.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.