041012

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Economia
  3. Grupo Boticário fatura R$ 13,7 bilhões em 2018 e espera “movimento prático” do governo para alavancar economia

mercado da beleza

Grupo Boticário fatura R$ 13,7 bilhões em 2018 e espera “movimento prático” do governo para alavancar economia

Plano é de repetir os resultados em 2019, com investimento de R$ 300 milhões e a abertura de 50 novas lojas

  • Gazeta do Povo e Folhapress
Loja de O Boticário em Curitiba. | Daniel Castellano/Arquivo/Gazeta do Povo
Loja de O Boticário em Curitiba. Daniel Castellano/Arquivo/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O faturamento líquido do Grupo Boticário cresceu 7% em 2018, chegando a R$ 13,2 bilhões. Somado ao resultado da Vult – marca comprada pelo grupo em abril do ano passado – o total sobe para R$ 13,7 bilhões.

O grupo formado pelas marcas Boticário, Eudora, The Beauty Box; Quem Disse, Berenice?; Vult e Multi B. De acordo com o presidente do grupo, Artur Grymbaum, a alta de 8% no último trimestre, alavancada pelas vendas de Black Friday e Natal, ajudou a compensar o crescimento abaixo do previsto no primeiro semestre do ano. O executivo disse que as vendas foram prejudicadas pela paralisação dos caminhoneiros e pela Copa do Mundo.

Ao longo de 2018, foram inauguradas 62 novas lojas. Para 2019, a companhia pretende abrir mais 50, sendo que nenhuma unidade está prevista no exterior neste ano. Em fevereiro deste ano, O Boticário abriu a segunda loja em Dubai, marcando a presença do grupo em 15 países.

Segundo Grymbaum, e conforme já adiantado pela Gazeta do Povo ainda em dezembro do ano passado, a expectativa do grupo é de pelos repetir os resultados de 2018, com R$ 300 milhões em investimentos e crescimento de 7% no faturamento bruto “se a economia ajudar”.

Para o executivo, apesar das promessas feitas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), ainda não houve “nenhum movimento prático” para alavancar a economia.

À agencia de notícias Reuters, Grymbaum explicou que dos R$ 300 milhões, R$ 100 milhões serão destinados à expansão de capacidade de duas fábricas em Camaçari (BA) e São José dos Pinhais (PR) e também à abertura de um quarto centro de distribuição em Varginha (MG), que deve gerar 250 postos de trabalho.

Em 2018, a Vult  faturou R$ 500 milhões – a integração completa da marca de maquiagem com o grupo terminou no início de fevereiro, quase um ano após a aquisição. Os produtos da Vult são comercializados em lojas multimarcas e farmácias, por exemplo.

A Eudora – maior marca, depois de O Boticário – faturou R$ 1 bilhão no ano passado. A marca é o principal braço de venda direta do grupo. Os resultados das outras unidades não foram divulgados.

Eudora, The Beauty Box; Quem Disse, Berenice? e Multi B representaram 34% da receita. Esta última é uma empresa de varejo multimarcas, que distribui exclusivamente produtos das marcas internacionais Australian Gold, Revlon, Bio-Oil, Lee Stafford, Nuxe, Sinful Colors, além de produtos das marcas próprias Eudora e quem disse, berenice? em farmácias, perfumarias e lojas de departamento.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>