Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O projeto da ACEA, que começa no início do mês que vem, contará com o apoio de seis montadoras | Divulgação/ACEA
O projeto da ACEA, que começa no início do mês que vem, contará com o apoio de seis montadoras| Foto: Divulgação/ACEA

A Associação Europeia de Montadoras (ACEA, da sigla em inglês) anunciou nesta terça-feira (15) que vai colocar em prática um projeto piloto inédito no mundo, que levará para as rodovias de diversos países do continente comboios de caminhões semiautônomos.

A intenção é testar o que a associação chama de “pelotão de caminhões”, um novo sistema inteligente de direção em que os veículos fazem a viagem em comboios, com o caminhão à frente servindo como “líder”. Como todos os veículos são conectados e “conversam” entre si, cada ação feita pelo caminhão principal é automaticamente replicada pelos demais – se o líder do pelotão freia, todos os demais caminhões do comboio também freiam, por exemplo.

Sistema do Google vence torneio histórico entre homem e máquina

Companhia assegura ter criado uma nova forma de inteligência artificial (AI) com pensamento “intuitivo”

Leia a matéria completa

Além disso, a distância que os caminhões mantém entre si também é mantida por meio deste sistema inteligente. Porém, ao contrário de outros testes feitos com carros totalmente autônomos, todos os veículos contam com motoristas, que podem decidir, a qualquer momento, deixar o pelotão e passar a dirigir de forma independente.

Benefícios

O projeto da ACEA, que começa no início do mês que vem, contará com o apoio de seis montadoras. Os pelotões vão passar por vários países até chegar ao seu destino final no Porto de Roterdã, em 6 de abril.

A intenção, além de testar a tecnologia semiautônoma a bordo dos caminhões, é chamar a atenção das autoridades para que uma legislação que integre esses veículos comece a ser discutida e abra caminho para a disseminação da tecnologia.

A associação defende que o sistema de pelotão pode tornar as viagens pelas rodovias mais seguras e mais eficientes no futuro. Os comboios, reforça a ACEA, gastam menos combustível, já que os veículos viajam bastante próximos e numa velocidade constante – a estimativa é que o sistema possa reduzir as emissões de CO2 em mais de 10%.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]