Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A International Paper e sua concorrente finlandesa Stora Enso surpreenderam ao superar suas projeções de lucro para o último trimestre, impulsionado pelo aumento nos preços do papel, levando suas ações a subirem.

A forte demanda permitiu que a International Paper, líder no setor, aumentasse os preços de seus produtos para embalagens e papéis de impressão no trimestre, gerando uma tendência que deve continuar em 2011.

"Estamos otimistas em relação a onde estávamos no terceiro trimestre e para onde vamos no quarto, e como fecharemos o ano", disse o vice-presidente financeiro da companhia, Tim Nicholls, à Reuters.

"É uma recuperação lenta e gradual na América do Norte, mas o importante é que fora da América do Norte começamos a ver uma recuperação antecipada e mais acelerada".

A demanda por produtos de papel e embalagens cresceu nos últimos meses, com o aumento nos gastos dos consumidores com produtos embalados. Ainda assim, os fortes resultados divulgados na quarta-feira também refletem os níveis extremamente fracos registrados no terceiro trimestre de 2009.

A International Paper registrou um aumento de 7 por cento no lucro do terceiro trimestre, um crescimento discreto em comparação com o salto de 94 por cento no lucro da Stora Enso.

A companhia, maior fabricante de papel e cartões da Europa, registrou um lucro operacional de 255 milhões de euros (356 milhões de dólares), superando todas as estimativas de analistas em pesquisa da Reuters.

A Stora, no entanto, afirmou que as reformas de suas fábricas e a queda sazonal na demanda por alguns de seus produtos significam que haverá uma queda no lucro do quarto trimestre em relação ao trimestre anterior.

Ainda assim, a companhia se beneficiou da alta dos preços de papel, e um analista apontou que a Stora tipicamente faz comentários cautelosos em relação a suas projeções.

As ações da Stora chegaram a atingir seu nível mais alto em dois anos, antes de caírem novamente para fechar a sessão com alta de 0,7 por cento, aos 7,50 euros. Os papéis quase que triplicaram o preço nos últimos 19 meses.

Já as ações da International Paper saltavam mais de 4 por cento na tarde desta quarta-feira.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]