• Carregando...

A taxa de juros cobrada da pessoa física subiu em agosto pelo 15º mês seguido e se manteve no maior patamar desde julho de 2012, de acordo com pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Segundo a entidade, os juros médios passaram de 6,05% em julho (ou 102,36% ao ano) para 6,08% no mês passado (103,05% ao ano). Miguel Oliveira, diretor da Anefac, atribui as altas à deterioração do cenário econômico nacional, com expectativa de piora nos índices de inflação e crescimento econômico. Isso afeta o risco de crédito, com uma maior expectativa de aumento da inadimplência, afirma. Para os próximos meses, com a Selic a 11% ao ano, as taxas de juros devem se manter estáveis no curto prazo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]