O processo de falência movido pela Ferroeste (Estrada de Ferro do Oeste do Paraná S/A) contra Ferropar – Ferrovia Paraná S/A, foi suspenso por um ano pelo juiz da 3.ª Vara Civil de Cascavel, Rosaldo Elias Pacagnan.

Segundo a decisão do juiz, o processo vai aguardar julgamento da ação ordinária de reequilibrio econômico financeiro que tramita perante a 2.ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal, em que a Ferropar busca a fixação do valor efetivamente devido e a condenação da Ferroeste e outros réus em indenização por perdas e danos, pleitos que potencialmente podem extinguir o crédito afirmado na referida ação de falência.

O presidente da Ferropar, Benony Schmitz Filho, disse à reportagem da Gazeta do Povo que a empresa está se reequilibrando e se reorganizando. "Somente nos primeiros seis meses deste ano, recebemos 47 vagões e 14 locomotivas, perfazendo um total da frota de 120 vagões e 16 locomotivas. Iniciamos o projeto de recuperação ambiental do terminal multimodal de Cascavel, eliminando o problema de erosão, além de toda a reestruturação administrativa que estamos implantando, dando melhores condições de atendimento a todos os produtores da região Oeste do Estado", encerra o presidente.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]