Brasília – A Brasil Telecom começará a vender na quinta-feira, no Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal, o chamado Telefone Único. Desenvolvido em parceria com a Motorola, o aparelho funciona, ao mesmo tempo, como telefone fixo e móvel e proporciona, segundo a empresa, uma economia de 84% no preço da chamada telefônica (diferença entre ligação móvel/fixo para fixo/fixo). A operadora afirma que até o fim de agosto o Telefone Único estará disponível em toda a sua área de atuação.

O novo produto é, na verdade, um kit composto por um telefone celular e um aparelho chamado "ponto de acesso", que utiliza a tecnologia Bluetooth e é conectado a uma linha convencional (fixa). O ponto de acesso estabelece uma rede de cobertura com raio de 100 metros, dentro da qual o celular funcionará tanto como aparelho móvel quanto como telefone fixo, como se fosse um telefone sem fio.

Assim, quando o cliente fizer a ligação do celular a partir de onde seu ponto de acesso estiver instalado, o próprio aparelho vai buscar automaticamente a tarifa mais barata. Se o usuário ligar de seu celular para outro celular, a chamada será feita via celular. Se ele usar o celular para ligar para um fixo, a chamada será efetuada pela rede fixa, e a tarifa será a mesma que ele pagaria se estivesse usando o telefone de casa.

Além disso, quando o celular estiver dentro dessa área de cobertura, as ligações feitas para o aparelho fixo conectado ao "ponto de acesso" poderão ser atendidas no celular. Quando o celular está fora do raio de alcance do ponto de acesso, entretanto, o preço das ligações volta a ser o de um aparelho móvel.

O cliente que adquirir o serviço continuará tendo números de telefones distintos, um para o fixo e outro para o celular, e receberá contas separadas para cada um desses serviços. O kit com o ponto de acesso e o celular custará entre R$ 600 e R$ 900, dependendo do tipo de aparelho (pós ou pré-pago) e do pacote de serviços.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]