Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Com ferramentas de seleção baseadas na análise de dados por meio de inteligência artificial e Big Data, as startups, por exemplo,  apostam na tecnologia para eliminar um dos grandes gargalos da área de gestão de pessoas: as contratações erradas. | Bigstock/
Com ferramentas de seleção baseadas na análise de dados por meio de inteligência artificial e Big Data, as startups, por exemplo, apostam na tecnologia para eliminar um dos grandes gargalos da área de gestão de pessoas: as contratações erradas.| Foto: Bigstock/

Se você não sabe por onde começar a procurar um emprego, saiba que aquela oportunidade dos sonhos pode estar ao alcance de um clique. Um movimento comandado por grandes companhias, como Google e LinkedIn, empresas de recrutamento e startups da área de recursos humanos trouxe a tecnologia para dentro dos processos de recrutamento, colocando à disposição dos candidatos diversas opções de ferramentas online gratuitas para encontrar o emprego ideal. 

LEIA MAIS: Dinamarca, Nova Zelândia, Irlanda, Holanda e Espanha oferecem bolsas de estudos

Com ferramentas de seleção baseadas na análise de dados por meio de inteligência artificial e Big Data, as startups, por exemplo, apostam na tecnologia para eliminar um dos grandes gargalos da área de gestão de pessoas: as contratações erradas que custam caro para companhias e profissionais. O objetivo em comum dessas startups, conhecidas no meio como as HR Techs, é selecionar os candidatos com maior identificação e aderência às empresas. Na prática, é o que as empresas de recrutamento chamam de encontro ideal entre o candidato e a empresa ou o “match” perfeito, usando uma linguagem dos sites de relacionamento.

Separamos oito plataformas que podem te ajudar a encontrar uma vaga sem sair de casa. Confira:

Google for Jobs

No final de janeiro, chegou ao Brasil o Google Jobs, a ferramenta de busca de emprego do Google. O funcionamento é simples: a procura por vagas de emprego no buscador trará uma lista de ofertas de trabalho organizadas em cards diretamente na página de pesquisa. Para ativar a pesquisa personalizada, basta digitar na barra de pesquisa termos como “vagas de emprego em São Paulo”, “empregos em engenharia” ou, ainda, “trabalhos perto de mim”. Além disso, há a opção de ativar o Google Alertas para receber uma notificação por e-mail quando novas vagas forem abertas na área de interesse do usuário. O Google Jobs funciona tanto no site para desktop ou no app do Google para Android.

As vagas selecionadas pela nova ferramenta vêm de parceiros do Google no Brasil. Entre eles, são listadas vagas do LinkedIn, Love Mondays, Empregos.com.br, OLX, Trampos.co e Vagas.com.br. Todas as vagas publicadas nestes sites e nos demais parceiros serão acrescentadas imediatamente no Google Jobs.

Reachr

Com clientes como Natura, Colgate e Decathlon, a Reachr é uma startup de recrutamento online que funciona como se fosse um Tinder dos empregos. A empresa desenvolveu um software que utiliza algoritmos para ligar candidatos e vagas. A grande promessa da Reachr é a assertividade no processo de recrutamento, selecionando para as empresas somente os perfis ideias para a vagas, o chamado “match” perfeito entre empresas e candidatos. Os profissionais interessados podem se cadastrar gratuitamente, e o perfil fica disponível na plataforma para as empresas que usam o serviço. A Reachr também tem um aplicativo que facilita que facilita o relacionamento entre empresas e candidatos. O profissional pode, por exemplo, receber notificações de vagas e aceitá-las ou recusá-las. Conheça a plataforma.

LinkedIn

Maior rede social profissional do mundo, com mais de 500 milhões de usuários, o LinkedIn oferece diversas funcionalidades para quem quer fazer conexões ou está em busca de um emprego, com a opção “vagas”, para quem usa a versão em Português. De acordo com o seu perfil da rede, o sistema seleciona automaticamente as vagas disponíveis. Não à toa, todas as dicas de uso LinkedIn recomendam que o profissional tenha um perfil o mais completo possível na rede. Há também a opção de fazer uma busca mais avançada de vagas na rede, oferecendo mais detalhes sobre o tipo de trabalho que você procura, ou, então, assinar um serviço mais eficiente de busca de oportunidades.

Além de fazer conexões importantes, uma dica importante é seguir as companhias nas quais você tem interesse, para acompanhar as novidades, movimentações, informações e abertura de vagas.

Talentix

A plataforma de recrutamento focada em consultores de TI funciona por meio vídeo de até dois minutos, que servem como uma pré-entrevista feita pela Talentix para as empresas. O candidato se inscreve gratuitamente e envia um vídeo gravado de acordo com o um roteiro de entrevista padrão sugerido pela empresa contratante. Durante 18 meses, essa gravação fica disponível na plataforma para outras companhias que buscam tanto freelancers como profissionais para projetos de longo prazo. O custo do serviço fica com as empresas. Conheça a plataforma.

99jobs

A startup 99jobs desenvolveu um software próprio que promete identificar até 99% de compatibilidade entre o profissional e a empresa contratante. Vem daí o nome 99 jobs. Funciona assim: o candidato se cadastra com e-mail ou usando sua conta no Facebook e responde a um teste de valores no trabalho (o 99match) que mostram qual o nível de afinidade entre a empresa e o candidato. Com a ajuda de um algoritmo, a plataforma analisa essas informações e o perfil do candidato em redes sociais, como o Facebook. As empresas pagam para ter suas vagas ofertadas no site da 99jobs. Os candidatos cadastrados podem acompanhar e se inscrever para as vagas de cerca de 3,5 mil organizações que fazem uso da plataforma para recrutar profissionais. Conheça a plataforma.

Revelo

A startup brasileira Revelo inverteu o processo de contratação e criou uma espécie de marketplace de candidatos selecionados. São as empresas que buscam os profissionais e não o contrário. Os candidatos se cadastram gratuitamente na plataforma e criam um perfil descrevendo suas habilidades, experiências e objetivos profissionais. A Revelo usa inteligência artificial, machine learning e testes adaptativos de habilidades para selecionar os candidatos com as competências buscadas pelas empresas. Os perfis escolhidos são colocados à disposição das empresas e pode, então, receber convites para entrevistas. De acordo com a startup, são mais de 10 mil ofertas feitas na plataforma por mais de 1.500 empresas, entre elas, Cielo, Itaú Unibanco, Monsanto e 99 Táxis. Conheça a plataforma.

Gupy

A startup Gupy criou um sistema de gestão de recrutamento para as empresas que permite que elas montem seus processos de seleção de forma personalizada .O candidato se cadastra e pode ter acesso as oportunidades abertas pelas empresas disponíveis na plataforma. Com base nas informações inseridas pelos profissionais no sistema, o algoritmo de inteligência artificial da Gupy cruza e analisa as afinidades entre candidato e empresa. Entre os clientes da Gupy estão grandes nomes como Kraft Heinz, Vivo,Cielo e Fundação Lemann. Conheça a plataforma.

Matchbox

Resultado de uma divisão no portal Seja Trainee, a startup Matchbox nasceu focada nos processos seletivos de início de carreira, como estágio e trainee. Por meio de um chatbot com inteligência artificial, o candidato faz a sua inscrição nos processos seletivos. A seleção é feita com a ajuda de gamificação: o profissional participa de um jogo no qual é avaliado, seja sozinho ou pela sua atuação em grupo. Para fazer a leitura do desempenho, a Matchbox usa uma plataforma de computação cognitiva criada pela IBM, a Whatson, que faz a analise das informações conforme os parâmetros definidos pela startup de acordo com o perfil desejado pela empresa dona da vaga. A lista de clientes tem empresas como Ambev e Kraft Heinz. Conheça a plataforma.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]