Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

Oportunidade

Trainee da Vivo oferece pós-graduação na ESPM e módulo em Barcelona

Serão abertas 30 vagas e as inscrições vão até o dia 30 de setembro

  • Da Redação
Os aprovados terão pós-graduação totalmente subsidiada pela Vivo na ESPM (em horário de trabalho) e a oportunidade de fazer um módulo internacional em Barcelona, na Espanha. | Divulgação/Vivo
Os aprovados terão pós-graduação totalmente subsidiada pela Vivo na ESPM (em horário de trabalho) e a oportunidade de fazer um módulo internacional em Barcelona, na Espanha. Divulgação/Vivo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A Vivo está com inscrições abertas para o Programa Trainee Vivo 2019. Com duração de 18 meses, o objetivo do programa é desenvolver futuros líderes para a companhia. É necessário ter formação universitária concluída entre dezembro de 2016 e dezembro de 2018, além de inglês ou espanhol avançado. Ao todo, são 30 vagas para São Paulo, para atuação em projetos estratégicos da companhia.

LEIA MAIS: Nove programas de trainee com inscrições abertas (e salários de até R$ 6,4 mil)

Os aprovados terão pós-graduação totalmente subsidiada pela Vivo na ESPM (em horário de trabalho) e a oportunidade de fazer um módulo internacional em Barcelona, na Espanha.

A seleção, que começa hoje e vai até novembro deste ano, contará com três etapas. Como a Vivo acredita que ferramentas digitais trazem mais agilidade e transparência aos processos, a primeira parte da seleção será feita por meio de testes onlines. Os aprovados seguirão para as próximas etapas, que envolvem dinâmica de grupos e entrevistas.

De acordo com o portal Love Mondays, o salário médio bruto de um trainee da Vivo é de R$ 4.997. Esta estimativa tem base em 26 salários postados pelos funcionários da empresa que trabalham nesta função.

Inscrições

Os interessados em participar da seleção devem fazer suas inscrições até o dia 30 de setembro, no site www.traineevivo.com.br.

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Economia

PUBLICIDADE