i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Finanças

Governo vai reduzir para 60 anos idade para saque do PIS/Pasep

Governo irá editar Medida Provisória reduzindo a idade mínima para saque do PIS/Pasep de 70 para 60 anos. Estimativa é de que a medida irá injetar R$ 12 bilhões na economia

    • Da Redação, com agências
    • 22/12/2017 13:36
    Presidente Michel Temer estima que R$ 12 bilhões devem ser injetados na economia, com redução da idade mínima para saque do PIS/Pasep | Valter CampanatoAgência Brasil
    Presidente Michel Temer estima que R$ 12 bilhões devem ser injetados na economia, com redução da idade mínima para saque do PIS/Pasep| Foto: Valter CampanatoAgência Brasil

    O governo de Michel Temer vai reeditar na próxima semana a medida provisória que autoriza o saque do PIS/Pasep, reduzindo a idade a 60 anos para homens e mulheres. O anúncio foi feito pelo presidente nesta sexta-feira (22) durante café da manhã com jornalistas no Palácio da Alvorada. 

    A medida provisória editada inicialmente pelo governo Temer, que liberava o saque para homens a partir de 65 anos e mulheres com 62, perdeu a validade nesta quinta-feira (21) e, por isso, terá que ser reeditada na próxima semana, com as mudanças na idade.

    LEIA TAMBÉM: Aumento no faturamento das empresas vai garantir bons dividendos em 2018

    Segundo Temer, essa foi uma "ideia trivial" de sua equipe e que vai facilitar o saque do fundo. Ainda de acordo com o presidente, as projeções do governo são de que a medida vai injetar cerca de R$ 12 bilhões na economia. 

    O resultado da medida anterior foi abaixo do esperado pelo governo. Dados do Ministério do Planejamento indicam que, até dezembro, apenas 1,4 milhão de pessoas haviam sido beneficiadas -das oito milhões que tinham direito aos recursos. 

    A estimativa, com a redução para 60 anos, é de que os saques superem os R$ 12 milhões, valor estimado quando foi editada a MP anterior.

    Em agosto, o presidente Temer assinou medida provisória prevendo a liberação de saque de contas do PIS/Pasep para homens a partir de 65 anos e mulheres a partir de 62 anos. Antes, o saque só podia ser feito por quem já tivesse completado 70 anos, além de casos como aposentadoria, invalidez e doenças graves.

    Quem tem direito ao saque 

    Trabalhadores cadastrados no fundos PIS/PASEP até 04/10/88 e que ainda não sacaram o saldo de cotas na conta individual de participação. O saque é liberado para quem tem mais de 70 anos. Mas, em 2017, o governo reduziu esta idade mínima para 62 anos (para mulheres) e 65 anos (homens). A novidade anunciada nesta sexta-feira pelo presidente é uma nova redução. Desta vez para 60 anos de idade.

    Como verificar se há dinheiro disponível

    Há duas maneiras para os trabalhadores do setor privado consultarem suas informações referentes ao PIS. A primeira é pelo Aplicativo Caixa Trabalhador, disponível na página do PIS no site da Caixa. Nele, basta escolher as abas "Você", "Serviços Sociais", "PIS", "Consulta o Pagamento" para verificar os dados. 

    A outra forma de verificar o cadastro é pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207. Se preferir, o trabalhador também pode ir pessoalmente a uma agência da Caixa. 

    No caso dos empregados do setor público, os recursos estão sob a responsabilidade do Banco do Brasil. No site do banco há uma página dedicada ao programa, com informações e também um caminho para consulta de cotas. 

    Caso o participante do Pasep necessite regularizar o cadastro, basta comparecer à qualquer agência do Banco do Brasil e apresentar os seguintes documentos: documento de identidade; CPF; título de eleitor (se houver); carteira de trabalho - CTPS; certificado de inscrição no PASEP ou registro do número de inscrição na CTPS ou extrato do participante que pode ser obtido na própria agência. 

    Se o beneficiário quiser verificar o cadastro pessoalmente, basta ir a uma agência do BB com o RG em mãos.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.