Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

São Paulo (Folhapress) – A Caixa Econômica Federal registrou em 2005 um lucro líquido de R$ 2,07 bilhões, o maior da história da instituição, 46% acima do obtido no ano anterior. O lucro da Caixa supera o de outros dois grandes privados que já divulgaram os resultados de 2005: o Unibanco (R$ 1,838 bilhão) e o Santander Banespa (R$ 1,643 bilhão).

A Caixa atribuiu sua maior lucratividade à mudança de perfil e ao fortalecimento de atividades como crédito comercial, fundos de investimento e produtos financeiros, além do tradicional crédito habitacional. O volume de crédito concedido pela Caixa ultrapassou R$ 37 bilhões ao final do ano passado, o que representa um crescimento de 28,4%.

O banco concedeu R$ 9,1 bilhões em crédito habitacional em 2005, uma alta de 41% sobre 2004 (R$ 6,4 bilhões). O programa habitacional do banco beneficiou 1,6 milhão de pessoas no ano passado. Para 2006, o banco espera por um crescimento de 28% na carteira de crédito habitacional. No ano passado, o saldo da carteira habitacional atingiu R$ 20,2 bilhões. Em 2004, o saldo era de R$ 17,2 bilhões.

Segundo o presidente da Caixa, Jorge Mattoso, o bom resultado de habitação em 2005 já beneficiou as contratações deste início de ano. Até 10 de fevereiro, a Caixa concedeu R$ 1,2 bilhão em financiamentos imobiliários, o que significa 130% a mais que no mesmo período do ano passado e 12% do previsto no orçamento para este ano. Segundo Mattoso, a meta de R$ 10,3 bilhões para a habitação em 2006 será atingida "com tranqüilidade".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]