Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Gilberto Abelha/Gilberto Abelha
| Foto: Gilberto Abelha/Gilberto Abelha

A Sanepar registrou em 2015 um lucro líquido de R$ 438 milhões, valor 4% maior do que o verificado em 2014. O balanço da companhia mostra que ela conseguiu manter o crescimento da receita durante a crise, com alta de 13%, para R$ 2,9 bilhões, mesmo com uma pequena redução no volume faturado de água.

O resultado da Sanepar foi ajudado por um aumento extraordinário de 8% em suas tarifas no segundo semestre do ano passado para compensar o custo maior com a compra de energia elétrica. Mesmo assim, a empresa viu caírem seus indicadores de rentabilidade. A margem líquida (rentabilidade sobre o faturamento) caiu de 16,1% em 2014 para 14,7% no ano passado, o pior índice desde 2010. A margem Ebitda (antes do pagamento de juros e impostos), caiu de 31,9% para 30,1%.

O número de ligações de água continua aumentando na área de atuação da empresa, passando de 2,909 milhões para 2,979 milhões de unidades consumidoras em um ano. O volume de água faturado, no entanto, caiu de 586 milhões de m3 para 582 milhões de m3. O número de ligações de esgoto passou de 1,759 milhão para 1,859 milhão, com crescimento do volume de 385 milhões de m3 para 392 milhões de m3.

No ano passado, a Sanepar reduziu seu investimento. O valor total aportado no ano foi de R$ 795 milhões, contra R$ 954 milhões em 2014. A maior parte, 56,2%, foi alocada na expansão da cobertura da rede de esgoto, com destaque para o andamento da obra de expansão da Estação de Tratamento de Esgoto Belém, a maior de Curitiba, cuja capacidade vai triplicar após um investimento de mais de R$ 100 milhões.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]