Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje (23) que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve oferecer à industria da América Latina e da África linhas de financiamento para compras de máquinas e bens de capital iguais às oferecidas a empresas nacionais. Segundo o presidente, a expansão da linha de crédito está em estudo e deve aumentar a exportação de máquinas nacionais para países dos dois blocos.

"Nós queremos expandir para os países da América Latina, América Central e África as mesmas condições de financiamento do Finame [linha do BNDES] existentes no Brasil para ajudar o país a vender suas máquinas para os países com quem temos fronteira", disse o presidente, ressaltando em tom de brincadeira que países africanos também fazem fronteira com o Brasil.

O Finame é uma linha de crédito específica para o financiamento de investimentos de fábricas em equipamentos para melhoria de sua produção. Em 2008, durante a crise econômica mundial, o prazo máximo de pagamento dos empréstimos do Finame foi estendido de cinco para dez anos.

Para o presidente, a aproximação comercial com países latinos-americanos e africanos é muito importante. Em discurso durante evento promovido pela Associação Brasileira da Infraestrutura e da Indústria de Base (Abdib), ele disse que as exportações brasileiras para a África e a América Latina ajudaram o país a sair da crise antes que outras nações.

"O dinamismo da nossa economia terá que se apoiar na vitalidade do mercado interno e na promissora avenida aberta pela diversificação de parcerias no comércio exterior", afirmou o presidente Lula.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]