i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Empresas

Maiores do Paraná têm faturamento de R$ 62 bi

  • PorCinthia Scheffer
  • 22/09/2008 21:53
As maiores empresas do Paraná |
As maiores empresas do Paraná| Foto:

As dez maiores empresas do Paraná faturaram juntas quase R$ 62 bilhões em 2007. A companhia de telefonia móvel Vivo é dona da maior receita bruta entre aquelas que consolidaram seus balanços no estado no ano passado – R$ 17,64 bilhões –, e considerada a maior empresa do Paraná, segundo o ranking elaborado pela Revista Amanhã em parceria com a PricewaterhouseCoopers. O levantamento Grandes&Líderes é realizado anualmente com o objetivo de listar as 500 maiores companhias da Região Sul do Brasil. No topo da lista está, desde 2005, a gaúcha Gerdau.

Em 2007, a Vivo desbancou o HSBC no topo da lista paranaense. Embora tenha a maior parte da sua estrutura administrativa baseada em São Paulo, a operadora tem sede fiscal em Londrina desde o fim de 2006.

Apesar de ter perdido o título de maior empresa do estado, o HSBC viu seu patrimônio líquido crescer mais de 23% no ano passado. Segundo os dados apresentados à Revista Amanhã, a receita bruta do grupo inglês no Brasil cresceu 6,2% em 2007, na comparação com o ano passado, chegando a R$ 11,3 bilhões.

Na seqüência da lista aparecem a Companhia Paranaense de Energia (Copel), o Banco Banestado, hoje Itaú, e a Klabin. A maior fabricante de embalagens de papel e papelão do país registrou um crescimento de apenas 3,6% em seu faturamento no ano passado, na comparação com 2006. Já os lucros cresceram 31%, para R$ 621,4 milhões.

A Itaipu Binacional é a sexta colocada, seguida pela América Latina Logística (ALL), a cooperativa Coamo, e as multinacionais Renault e Kraf Foods.

Comunicação

A premiação das empresas do Paraná ocorre hoje, em Curitiba, em um evento fechado para convidados. A Rede Paranaense de Comunicação (RPC), da qual faz parte a Gazeta do Povo, será premiada como a mais rentável do setor Comunicação e Gráfica. A RPC, maior grupo do setor no estado, teve lucro líquido de R$ 60 milhões no ano passado – equivalente a 33,1% de suas receitas líquidas.

Antes da cerimônia de premiação haverá uma palestra com o diretor do Centro para Inovação, Excelência e Liderança em Cambridge, Hitendra Patel. Ele fala sobre a inovação como caminho para a liderança.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.