i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Mercado livre de energia

Metade dos brasileiros vai comprar energia “de quem quiser” em dez anos, prevê presidente da Eletrobras

    • Estadão Conteúdo
    • 14/06/2020 09:34
    mercado de livre energia
    Energia eólica, solar e de biodigestores agrícolas são exemplos de alternativas no mercado de livre energia. Na foto, a usina de juwi, na Alemanha.| Foto: Arquivo / Gazeta do Povo / Alexandre Costa Nascimento

    Até 2030, o mercado livre de energia deve representar 50% do consumo brasileiro, concentrando todo o consumo industrial e comercial de grande porte e possivelmente o residencial de maior consumo. A previsão é do presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior. O mercado livre de energia é uma alternativa aos consumidores, que podem comprar energia de fornecedores locais de diferentes fontes energéticas.

    "Acredito muito nesse mercado, acho que é a saída, tal qual em outros países do mundo, e faz parte do projeto de modernização do setor", disse o executivo, citando projeto de lei do Senado, durante live promovida na tarde desta sexta-feira (12) pela Genial Investimentos.

    Ele destacou, em particular, o movimento de segmentação que vem sendo observado pelos agentes de comercialização e customização dos contratos e serviços no mercado livre, para melhor atendimento do consumidor. E citou, em particular, o crescente interesse por energia certificada, proveniente de fonte renováveis.

    "E teremos vantagem nisso, nós Eletrobras e o Brasil, mas nós mais que o Brasil", disse, referindo-se ao fato de que a matriz elétrica da estatal possui 96% de fontes renováveis, enquanto no Brasil esse índice é de cerca de 80%.

    Ferreira Jr. também citou que após um período de preços mais baixos, afetados pela redução da atividade econômica provocada pela pandemia, já se observa um início de recuperação, refletindo o otimismo dos mercados com a retomada econômica.

    Mercado livre de energia: poucas perdas na pandemia

    O presidente da Eletrobras minimizou os problemas enfrentados por alguns agentes do mercado livre no início das medidas de distanciamento social, quando consumidores livres foram à Justiça em busca de liminares que permitissem flexibilização dos contratos. "Tem muito pouca tentativa de mudança de contrato", disse.

    Segundo ele, a Eletrobras registrou apenas pedidos de renegociação para pagamentos das faturas, por causa de problemas de caixa enfrentados por seus clientes.

    "Este é um mercado rigoroso, onde as relações bilaterais são muito importantes, e isso explica em grande medida o porquê da não enganação", disse Ferreira Jr., em uma referência à possível tentativa de consumidores de buscar uma redução de contratos para se aproveitarem do momento de baixa dos preços no mercado spot.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.