i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Vestuário

Moda do Paraná ganha “carteira de identidade”

Selo que será lançado no Paraná Business Collection vai identificar lojas que vendem peças feitas no estado

  • PorCinthia Scheffer e Juliana Girardi
  • 06/02/2010 21:06
Modelo desfila no PBC de 2009: moda com identidade |
Modelo desfila no PBC de 2009: moda com identidade| Foto:

Programação

As marcas paranaenses vão desfilar suas coleções de inverno entre os dias 22 e 26 de fevereiro, no Paraná Business Collection.

Desfiles

22/02

20 horas – Jefferson Kulig

21 horas – Lafort

23/02

19 horas – Fabio Bartz

20 horas – Lúcia Figueredo

21 horas – Sinistra

24/02

19 horas – Picnicdelefante

20 horas – Basic

21 horas – All Purpose

25/02

19 horas – Raffer

20 horas – Chita Brasil

21 horas – Joyful

26/02

19h30 – Entrega prêmio João Turin

21 horas – Silmar Alves

Showroom

Quarenta e oito empresas já confirmaram presença no showroom de negócios, o dobro do número de participantes em 2009.

Prêmio

O Prêmio João Turin de Incentivo aos Novos Designers de Moda será entregue no último dia do evento e tem como objetivo estimular a pesquisa em temas da cultura paranaense e detectar novos talentos do mercado da moda no estado. Os treze finalistas deste ano são:

Acácio Mendes Pereira Neto, Universidade Estadual de Maringá, Câmpus Cianorte

Carolina Toppan Rabello, TECPUC PR

Daisy Cristina Garbin, Centro Europeu

Elaine Gripp, UNIPAR/Cascavel

Huana da Costa Corrêa, Universidade Tuiuti do Paraná

Juliana Yumi Moriya, Senai/PR

Leticia Aparecida Nakayama, Universidade Estadual de Londrina

Maria Fernanda Wendhauser Barreto Lima/ Senai/PR

Remo Disconzi Filho, Universidade Estadual de Londrina

Quelem Vergeleti, Senai/PR

Rubia Dallarmi Nisgoski, Senai/PR

Timeni Andrade Gonçalves, Universidade Estadual de Londrina

Willian Nassu, Senai/PR

Fonte: Organização.

Segundo maior empregador da indústria paranaense, o setor têxtil e do vestuário produz cerca de 150 milhões de peças ao ano, segundo dados da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). Mas, apesar dos números surpreendentes e da colocação do estado entre os quatro principais polos de confecção do país, poucos consumidores sabem quando estão levando para seus guarda-roupas peças produzidas por marcas parananenses. O mesmo acontece com os lojistas locais que, muitas vezes, acabam preferindo fechar negócios em semanas de moda de capitais como São Paulo e Rio de Janeiro, ignorando o fato de que várias das peças vendidas por lá são fabricadas aqui mesmo.

"Precisamos mostrar que temos produtos bem feitos e bem acabados, em todos os segmentos. E que não perdem em termos de qualidade para nenhum outro lugar do país", defende o vice-coordenador do conselho setorial do vestuário da Fiep, Adilson Filipaki. Lojista e fabricante, Filipaki diz que ainda há uma certa restrição aos produtos locais dentro do estado, mas que aos poucos o consumo e o reconhecimento estão aumentando.

Nereide Michel, coordenadora do Paraná Business Collection (PBC), evento que acontece a partir de 22 de fevereiro em Curitiba, diz que é preciso olhar com otimismo para o que tem ocorrido nos últimos cinco anos. Um sinal de que as marcas locais estão ganhando espaço, diz Nereide, é a presença delas nos principais shoppings. "Os shoppings são uma referência importante. Hoje você encontra lojas em vários deles, como Pura Mania, Osmose e Lafort, por exemplo. O que não acontecia há alguns anos."

Selo

Os dois reconhecem que ainda há um grande espaço para ser conquistado. O próprio PBC foi criado com essa meta. E, neste ano, ganha um reforço. Nesta semana, junto com o lançamento da 4ª edição do evento, que ocorre entre 22 e 26 de fevereiro, foi lançado o selo "Eu Visto Paraná - Aqui tem moda paranaense".

Lançado em parceria com a Gazeta do Povo, o selo foi criado com o intuito de dar mais visibilidade ao setor e fazer com que os consumidores reconheçam que estão consumindo uma peça produzida no seu estado.

A ideia é colocar selos nas vitrines dos estabelecimentos que comercializam as roupas produzidas por empresas do estado. "Nós, mulheres, que somos as maiores consumidoras de moda, muitas vezes compramos sem saber se as roupas são daqui ou não", diz a presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Avani Slomp. "Parece que os paranaenses têm uma timidez até mesmo para falar sobre o que fazem de bom. O selo é um grande incentivador e motivador."

Para o coordenador do Paraná Business Collection, o produtor Paulo Martins, a "timidez" citada por Avani de fato existe, mas não é coerente com a excelente qualidade do que é produzido no estado. "Valorizar o que é daqui é o primeiro passo para que a moda paranaense seja reconhecida no cenário nacional. Precisamos fortalecer a identidade da moda que é produzida na nossa terra."

Além de dar maior visibilidade às marcas, o selo, assim como as edições do PBC, também contribuem para dar uma identidade à moda produzida no estado. Algo que, para Allan Mar­­celo de Campos Costa, diretor-superintendente do Sebrae, um dos realizadores do evento, é de grande importância. "O selo e o PBC são a consolidação de um movimento que visa a tornar essa identidade palpável."

A designer e proprietária da marca de bolsas e acessórios Dhoti, Suellen Malgarezi, vai participar pela primeira vez do showroom do Paraná Bussines Collection. Ela vende seus produtos em lojas multimarcas dentro e fora do estado e aposta que o selo dará mais visibilidade para as marcas. "Uma iniciativa assim faz crescer o mercado e fornece credibilidade."

Evento

Doze grifes paranaenses participam da 4ª edição do Paraná Bussines Collection – primeira para o lançamento das coleções outono-inverno. Os desfiles acontecem entre os dias 22 e 26 de fevereiro e, simultaneamente, 48 empresas participam de um showroom. No ano passado, foram fechados R$ 5 milhões em negócios.

Serviço:

O 4º Paraná Business Collection acontece de 22 a 26 de fevereiro no Centro de Exposições Horácio Sabino Coimbra – Cietep (Av. Comendador Franco, 1.341 – Jardim Botânico). A entrada é restrita a pessoas credenciadas (empresários, lojistas, estudantes de moda, imprensa e convidados).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.