i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
acusaÇÃO

MPF denuncia Eike por formação de quadrilha

  • PorDas Agências
  • 24/09/2014 21:24
Pena para Eike Batista pode ser de até 14 anos de prisão | Fábio Pozzebom/Arquivo /Agência Brasil
Pena para Eike Batista pode ser de até 14 anos de prisão| Foto: Fábio Pozzebom/Arquivo /Agência Brasil

"Ele não teme nada"

A defesa de Eike é categórica em afirmar que ele "não teme absolutamente nada". "A situação fiscal de Eike Batista e de suas empresas é completamente regular", afirmou o advogado Sérgio Bermudes. A Comissão de Valores Mobiliários já abriu 11 processos administrativos sancionadores relacionados a Eike. Em maio eram nove. A CVM não se pronuncia a respeito das investigações em curso. Se irregularidades forem comprovadas, as penalidades previstas em lei vão de advertência à cassação de autorização ou registro para atuar no mercado de capitais, passando por multas.

O empresário Eike Batista e mais sete executivos ligados à OGPar (ex-OGX) foram denunciados à Justiça Federal em São Paulo por supostos crimes de formação de quadrilha, falsidade ideológica e indução de investidores a erro, relacionados à divulgação de informações consideradas otimistas sobre o potencial das reservas de petróleo da empresa que, depois, revelaram-se infundadas. Foi a terceira acusação formal feita pelo Ministério Público Federal (MPF) contra Eike nos últimos 13 dias.

A denúncia foi apresentada na terça-feira pela procuradora federal Karen Kahn, do MPF em São Paulo. A procuradora considerou, em sua acusação, o fato de Eike e seus funcionários terem divulgados informações entre 2009 e 2013 que levaram o mercado a concluir pela existência de reservas com elevado volume de petróleo e a acreditar na promessa de forte produção de petróleo.

Ainda de acordo com a investigação, a divulgação ao mercado declarando a viabilidade comercial de três reservas –Tubarão Tigre, Tubarão Gato e Tubarão Areia – em março de 2013 se deu mesmo com os executivos já sabendo que extrair petróleo delas não era lucrativo.

Para Kahn, houve crimes contra o sistema financeiro. A perda estimada para o mercado é de R$ 14,4 bilhões. As penas podem ir até 14 anos de prisão, no caso de Eike, e 22 anos, nos casos dos executivos, porque eles também foram denunciados por manipulação de mercado.

Sigilo fiscal

No Rio, a Justiça Federal vai determinar a quebra de sigilo fiscal de Eike Batista, afirmou o juiz Flávio Roberto de Souza, titular da 3.ª Vara Criminal. A decisão atende à solicitação do MPF do Rio e da Polícia Federal (PF). O pedido está ligado a um inquérito aberto no mês passado pela PF, que investiga o empresário pelo crime de lavagem de dinheiro.

Segundo o magistrado, o pedido pretende apurar o destino do lucro de R$ 122 milhões que Eike teria obtido em duas vendas de ações realizadas em 2013. As operações são alvo de investigação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.