i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Reconhecimento

Nobel de Economia premia norte-americanos por contribuição à teoria dos leilões

    • Estadão Conteúdo
    • 12/10/2020 09:17
    Paul R. Milgrom e Robert B. Wilson receberam o Prêmio Nobel de Economia de 2020 por sua contribuição à teoria dos leilões.
    Paul R. Milgrom e Robert B. Wilson receberam o Prêmio Nobel de Economia de 2020 por sua contribuição à teoria dos leilões.| Foto: Anders Wiklund / TT News Agency / AFP

    Paul R. Milgrom e Robert B. Wilson foram anunciados nesta segunda-feira, 12, como os vencedores do Prêmio Nobel de Economia de 2020. Norte-americanos, eles foram premiados por seus trabalhos na melhoria da teoria dos leilões e invenções de novos formatos para serem realizados. Esta foi a 52ª premiação na categoria, que já laureou mais de 80 pessoas desde 1969.

    "Os vencedores deste ano estudaram como funcionam os leilões. Eles também usaram seus insights para criar um novo leilão e formatos para bens e serviços que são difíceis de vender de uma forma tradicional, como frequências de rádio. Suas descobertas beneficiaram vendedores, compradores e contribuintes de todo o mundo", afirmou o comitê do Nobel - a Real Academia de Ciências da Suécia.

    Uma das descobertas da dupla americana é que a oferta feita de forma racional tende a ser abaixo da melhor estimativa sobre o valor comum por causa da preocupação com a chamada "maldição do vencedor", ou seja, pagar em excesso e, por isso, ter prejuízo.

    Paul R. Milgrom é natural de Detroit, no Estado de Michigan, e tem doutorado pela Universidade Stanford, onde também atua como professor.

    Robert B. Wilson é de Geneva, no Nebraska, e tem doutorado pela Universidade Harvard. Ele leciona em Stanford.

    Os vencedores vão receber 10 milhões de coroas (cerca de R$ 6,3 milhões), uma medalha de ouro e um diploma.

    Nobel de Economia de 2019 reconheceu abordagem para aliviar pobreza

    No ano passado, o Prêmio Nobel de Economia foi entregue a três pesquisadores, Abhijit Banerjee, Esther Duflo e Michael Kremer, pela abordagem experimental em aliviar a pobreza no mundo.

    1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 1 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • H

      Humberto B

      ± 0 minutos

      Deviamos ter no colegial, uma materia chamada economia clássica em conjunção /sicronicidade com história. E básico de ciência politica básica. Ia ser demais.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso