Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Telas do novo YouTube Go. | Google/Divulgação
Telas do novo YouTube Go.| Foto: Google/Divulgação

Foi lançado no Brasil, nesta quinta-feira (1), o YouTube Go, aplicativo da plataforma de vídeos para mercados emergentes. Sua principal função é permitir que vídeos sejam baixados para que os usuários assistam a eles e os compartilhem offline, ou seja, sem usar a internet. 

Disponível desde abril de 2017 na Índia, o YouTube Go visa a inclusão digital em países onde a maioria da população não tem acesso a pacotes de dados robustos. Além do download dos vídeos, a plataforma permite a escolha da qualidade de reprodução online: quem precisa assistir ao vídeo gastando menos dados, pode simplesmente selecionar uma qualidade inferior.

Adicionalmente, todos os vídeos baixados podem ser compartilhados com outros usuários sem uso de dados, por Bluetooth ou infravermelho, dependendo do aparelho. Essa forma de compartilhamento facilita o acesso por pessoas que quase nunca conseguem uma conexão com a internet.

Por questão de direitos autorais, nenhum conteúdo musical (clipes, áudios e shows) poderá ser salvo no smartphone dos usuários brasileiros de YouTube Go. Quanto ao restante dos vídeos, todos os que não tiverem restrições específicas poderão ser salvos normalmente sem custo — mas com anúncios.

Os anúncios também são baixados. Conforme explica o Google, embora o vídeo possa ser compartilhado sem uso de dados, o usuário só consegue executá-lo após estabelecer uma conexão de menos um milissegundo com alguma rede. Isso serve para que o cache dos anúncios entre em funcionamento e o carregue antes da reprodução do vídeo em si, sem que o mesmo anúncios se repita em todas as reproduções daquele conteúdo.

No mais, todo o algoritmo que funciona no YouTube normal foi aplicado também ao Go. As sugestões de vídeo usarão os dados que o Google possui de cada usuário, inclusive localização por GPS. Isso significa, por exemplo, que baixar um vídeo inexistente no Brasil não permitirá ao usuário reproduzi-lo quando retornar ao país.

O YouTube Go, assim como outros apps do Google da linha “Go”, é otimizado para funcionar melhor em aparelhos fracos, com baixo poder de processamento e pouca memória. Ele está disponível apenas para Android e não há previsão para lançamento em iOS. Além do Brasil, recebem hoje a novidade 21 países, sendo Argentina, México e Colômbia na América Latina e outras localidades na Ásia.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]