i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
lista 2018

Google mantém liderança em ranking das marcas mais valiosas do mundo

Segunda colocada é a Apple e em terceiro lugar aparece a Amazon, que ultrapassou a Microsoft. O ranking é feito anualmente pelas empresas WPP e Kantar

    • Estadão Conteúdo
    • 30/05/2018 18:45
    Na foto, Sundar Pichai, CEO do Google. A empresa é a marca mais valiosa do mundo em 2018 | JUSTIN SULLIVAN/AFP
    Na foto, Sundar Pichai, CEO do Google. A empresa é a marca mais valiosa do mundo em 2018| Foto: JUSTIN SULLIVAN/AFP

    Google e Apple se mantêm, respectivamente, como a primeira e a segunda marca mais valiosas do mundo, de acordo com o ranking anual BrandZ, lançado pela WPP e Kantar. A pesquisa identifica e classifica as 100 marcas mais valiosas do mundo pelo seu valor em dólar.

    Oito das dez principais marcas são de tecnologia ou de áreas relacionadas. O Google foi avaliado em US$ 302,1 bilhões, alta de 23% ante o ano anterior. A Apple teve alta de 28% no valor de sua marca, para US$ 300,6 bilhões. A terceira colocada é a Amazon, que ultrapassou a Microsoft e chegou a US$ 207,6 bilhões, aumento de 49%.

    O Google ultrapassou a Apple em 2014 na pesquisa e, desde então, tem se mantido na liderança do ranking que mede as 100 marcas mais valiosas do mundo.

    LISTA: Confira as dez primeiras colocadas na pesquisa

    Marcas que não são americanas

    O ranking revela ainda que as marcas que não são americanas crescem mais. Quatorze marcas chinesas aparecem no Top 100 do ranking. Em 2006, era apenas uma, a China Mobile. O valor total do Top 10 das marcas chinesas cresceu 47% anualmente, mais que o dobro do que as marcas norte-americanas (23%).

    Outras partes do mundo, como Índia e Indonésia, também mostram forte crescimento regional. O BrandZ Top 100 inclui sete marcas asiáticas (excluindo China), com crescimento de 14%, representando um montante de US$ 146 bilhões. O banco regional BCA (Nº99) é a primeira marca da Indonésia a entrar no ranking.

    Pontos de destaque da pesquisa

    Em nota, o CEO da Kantar Consulting para América Latina, Eduardo Tomiya, destaca que o estudo mostra que atrás de marcas valiosas existem cinco pilares base: propósito, inovação, comunicação, experiência de marca e love brand. “Aquelas que conseguem neste contexto disruptivo combinar estes cinco fatores com maestria não apenas sobrevivem, mas perpetuam o negócio e se tornam ainda mais valiosas”, explica o especialista.

    Outro ponto importante, destaca Tomiya, é a predominância das marcas de tecnologia no topo do ranking global. Este ano, 53% das marcas mais valiosas são deste segmento, fato que comprova a mudança no comportamento das pessoas quando comparado há mais de dez anos, quando marcas de bebidas e cigarros listavam dentre as mais valiosas. “Marcas que estiverem mais envolvidas com as alterações de percepção dos consumidores e endereçarem a eles uma proposta de valor única terão mais chances de consolidação.”

    TOP 10

    Confira, abaixo, as dez primeiras colocadas no ranking BrandZ, elaborado pela WPP e Kantar. A lista completa com as 100 marcas você pode conferir no site da WPP.

    Marca

    Valor * de mercado em 2018

    Variação do valor de mercado em relação a 2017

    Google US$ 302,1 bilhões + 23%
    Apple US$ 300,6 bilhões + 28%
    Amazon US$ 207,6 bilhões + 49%
    Microsoft US$ 201 bilhões + 40%
    Tencent US$ 179 bilhões + 65%
    Facebook US$ 162,1 bilhões + 25%
    Visa US$ 145,6 bilhões + 31%
    Mc Donald’s US$ 126 bilhões + 29%
    Alibaba Group US$ 113,4 bilhões + 92%
    AT&T US$ 106,7 bilhões - 7%

    * Os valores foram arredondados

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.