i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Fotografia

Nikon encerrará a venda de câmeras, lentes e acessórios no Brasil

O encerramento das vendas faz parte de um grande plano de reestruturação global da empresa. Nikon afirma que as garantias serão honradas

  • PorDa redação
  • 07/11/2017 09:35
Nikon D3200, uma das câmeras DSLR da Nikon. | Pexels
Nikon D3200, uma das câmeras DSLR da Nikon.| Foto: Pexels

A Nikon, fabricante japonesa de câmeras, lentes e acessórios fotográficos, anunciou que deixará de comercializar seus produtos no Brasil a partir de 31 de dezembro de 2017.

De acordo com o comunicado publicado no site oficial da Nikon, o fechamento da loja virtual, canal exclusivo para a comercialização dos seus produtos no país, faz parte de uma “reestruturação em escala global” que compreende a otimização de pesquisa e desenvolvimento, vendas e fabricação. 

A empresa afirma que honrará os períodos de garantia dos produtos, inclusive os vendidos até 31 de dezembro. Para os que estiverem fora da garantia, “sempre que possível, a assistência técnica será fornecida com base nos custos aprovados pelos proprietários”. 

A Nikon instalou a sua subsidiária no Brasil em abril de 2011. Até então, era representada no país pela importadora T. Tanaka. Na época, o objetivo da fabricante japonesa era se tornar um dos principais players de fotografia do Brasil dentro de três anos, focando nos segmentos de câmeras compactas e DSLR (profissionais). 

Nos últimos anos, faturamento e lucro globais da Nikon diminuíram. No segundo trimestre do ano fiscal de 2017 (encerrado em 30 de setembro de 2016), a empresa anunciou um grande plano de reestruturação, que inclui a reorganização de 1500 funcionários e foco maior em câmeras de alto valor.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.