Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Open Banking
| Foto: Pixabay

Pesquisa feita pela Serasa Experian aponta que o Open Banking tem o potencial de incluir mais 4,6 milhões de brasileiros no mercado de crédito e injetar R$ 760 bilhões na economia. Segundo a empresa, aliado aos dados que ela tem e recursos de inteligência artificial e machine learning (aprendizado de máquina) podem favorecer a inclusão e tornar mais assertiva o acesso ao crédito.

O levantamento, feito com uma base de 15 mil cadastros, aponta para um aumento de 49% na estimativa da capacidade de pagamento mensal da população, passando de R$ 929 para R$ 1.391. “Com a junção das informações é possível obter um score ainda mais acurado e mensurar melhor a probabilidade de um consumidor se tornar inadimplente”, diz o head de Open Banking da Serasa Experian, Leonardo Enrique.

Um dos principais beneficiários são os mais jovens. Para as pessoas de até 25 anos, a alta na capacidade média de pagamento é de 95,9%, passando de R$ 540 para R$ 1.057. Regiões onde a informalidade é maior, como o Norte e o Nordeste também tendem a ser beneficiadas pelo Open Banking, com, respectivamente, um crescimento de 80% e de 57,9% na capacidade média de pagamento.

As mulheres tendem a ser mais beneficiadas do que os homens quanto à capacidade média de pagamento. Para elas, a expansão é de 54,8%, enquanto que, para eles, é de 48,1%.

O economista-chefe da Serasa Experian, Luiz Rabi, avalia que a concessão de crédito pode ajudar as pessoas até mesmo com a quitação de dívidas básicas, como água e luz, especialmente, em um cenário econômico desafiador como o atual. "Quanto maior a oferta de concessão de crédito, mais positivo é para a economia, pois incentiva a elevação do consumo da população. Parte do PIB está relacionado ao consumo das famílias, sendo assim, mais volume de crédito destinado à pessoa física eleva o poder de compra, ou seja, isso tem impacto indireto sobre o crescimento econômico do país.”

Atualmente, em paralelo, estão acontecendo as fases 3 e 4 do Open Banking. A terceira etapa, que vai até setembro, está sendo marcada pela iniciação de transações de pagamentos e encaminhamento de proposta de crédito. A outra etapa, que vai de dezembro a maio, permite o compartilhamento de informações sobre produtos de investimentos, previdência, seguros e câmbio.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]