O interesse da Tyson por uma empresa paranaense não é por acaso. O Paraná é o maior produtor de frango de corte do Brasil, e o segundo maior exportador, atrás apenas de Santa Catarina por uma diferença muito pequena: no acumulado do ano até setembro, o Paraná exportou 540 mil toneladas de frango, e Santa Catarina, 541 mil toneladas, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC).

No ano passado, os frigoríficos paranaenses fecharam o ano próximos da marca de 1 bilhão de cabeças abatidas, contra 331,2 milhões em 1994. Em 2004, a produção foi de 1,9 milhão de toneladas, ou 22,7% da produção nacional. Dez anos antes, o estado produziu 517 mil toneladas, ou 15% da produção nacional. O crescimento tanto na produção quanto na exportação é atribuído a dois fatores principais: a facilidade de escoamento do produto e a produção de milho e soja no estado, matéria-prima para a alimentação de frango.

O Brasil é o terceiro produtor – atrás apenas de Estados Unidos e China – e é o maior exportador de carne de frango no mundo. Em dez anos, a produção nacional cresceu 250% em volume, graças à redução do período de alojamento – de 50 dias para 42 dias – e ao ganho de peso das aves, que passaram de 1,8 kg em média, para 2,0 kg. (ML)

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]