Os preços das passagens aéreas aceleraram com força no terceiro trimestre, com alta de 28,89%, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). No ano passado, o cenário era diferente. Com promoções e os efeitos da crise da Varig, no mesmo período, os bilhetes de avião tinham apresentado deflação de 1,47%. Segundo o economista da FGV, André Braz, a elevação dos preços entre julho e setembro de 2007 é explicada pela crise nos aeroportos, combinada ao período de férias, em julho. O acidente com o Airbus da TAM, no dia 17 de julho deste ano, que matou 199 pessoas, significou mudanças na malha aérea e menor utilização do Aeroporto de Congonhas (São Paulo).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]