i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Polo de tecnologia

Pato Branco será a primeira cidade do Sul a receber a Campus Party

Evento acontecerá pela primeira vez na região Sul do Brasil entre os dias 14 e 15 de outubro

  • PorJéssica Sant’Ana
  • 10/02/2017 08:42
São Paulo foi sede da 10.ª Campus Party no Brasil | Campus Party Brasil/Divulgação
São Paulo foi sede da 10.ª Campus Party no Brasil| Foto: Campus Party Brasil/Divulgação

Pela primeira vez, a Campus Party, um dos maiores eventos de tecnologia e cultura geek do mundo, vai acontecer na região Sul do Brasil. A cidade de Pato Branco, no Sudoeste do Paraná, sediará o evento durante os dias 14 e 15 de outubro deste ano, na versão chamada Campus Weekend, que tem duração de apenas um fim de semana. Haverá desde campeonato de drones e simuladores de asadelta até as tradicionais exposições de startups e palestras com nomes ligados ao universo da tecnologia.

O anúncio da escolha de Pato Branco foi feito durante a 10ª edição do evento, que aconteceu em São Paulo entre os dias 31 de janeiro e 5 de fevereiro. A organização da feira afirmou, na ocasião, que quer aumentar a presença da Campus em municípios que se destacam como polos de tecnologia e inovação. O projeto de expansão começou com o primeiro evento fora da capital paulista, em 2008, na cidade do Recife, e chegou, no ano passado, à Belo Horizonte e Brasília.

Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pato Branco, Géri Natalino Dutra, a edição local começará na manhã do dia 14 de outubro e acontecerá de maneira ininterrupta até a noite de 15 de outubro. A programação vai incluir hackathons com foco no agronegócio, campeonatos de drones, oficina de montagem de drones, torneio de robótica e simuladores de carros e asadelta. O evento também terá palestras, exposição de startups e competições entre universidades e participantes. Os detalhes sobre acomodação e local onde será realizada a edição ainda estão sendo definidos.

Ideia

A ideia de trazer uns dos maiores eventos de tecnologia para Pato Branco partiu do servidor Alexandre Ferreira, formado em eletrônica e especialista em desenvolver projetos de robótica. Natural de Londrina e morador da capital paulista por cerca de 30 anos, ele acompanhava a Campus Party desde a sua criação na Espanha, em 1997.

Quando o evento aconteceu no Brasil pela primeira vez, em 2008, fez questão de expor um casemod de cabeça de dragão, ou seja, uma máquina em formato de cabeça de dragão que funciona através da robótica. Levou, ano após ano, uma nova invenção diferente e virou “campuseiro de carteirinha”, oferecendo oficina de robótica dento da Campus.

O sucesso na feira fez com que algumas faculdades de Pato Branco convidassem ele para palestrar sobre robótica. Foi numa dessas ocasiões que ele conheceu a administração do município e decidiram criar o projeto de robótica no ensino público da cidade, em que alunos do período integral das 4.ª e 5.ª séries aprendem desde a programação até confecção dos robôs. Já são dois anos de projeto, 25 professores capacitados e 2,5 mil alunos.

“Eu pensava: ‘Se já tínhamos um projeto de robótica, por que não trazer a Campus para Pato Branco”, conta Ferreira. O município abraçou a ideia do campuseiro e traçou a estratégia para convencer o presidente da Campus Party a trazer o evento para Pato Branco.

Articulação

A articulação começou oficialmente no ano passado. Uma comitiva da cidade , que contou com a participação do prefeito Augustinho Zucchi, do secretário Géri Natalino Dutra e do deputado estadual, Guto Silva, foi até a edição de 2016 da Campu Party para conhecer pessoalmente como funcionava o evento. Eles aproveitaram o networking do local e convidaram o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, a vir conhecer a cidade paranaense.

Na visita, em que também participou do segundo Fórum de Cidades Digitais, Farruggia conheceu o projeto de Pato Branco para tornar a cidade referência em tecnologia, principalmente em produção de software e eletroeletrônicos. As ações incluem o Parque Tecnológico Binacional, o ensino de robótica para crianças da rede municipal e a Inventum, feira de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pato Branco que atraiu mais de 60 mil visitantes em 2015.

Depois das apresentações do município a Farrugia, o prefeito da cidade conseguiu concretizar a parceria e trouxe para Pato Branco a primeira edição do Sul do país da Campus Party. O evento acontecerá em paralelo a Inventum, que vai do dia 14 a 18 de outubro e está em sua terceira edição.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.