Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Para o coach Sérgio Garcia, do Instituto Nacional de Excelência Humana (Inexh), o profissional deve saber lidar com suas emoções desde a entrevista de emprego, quando pode perder a vaga pela ansiedade ou insegurança. "São quatro emoções básicas: raiva, alegria, medo e tristeza. Todas as outras vêm delas", explica. Quando um problema aparece e causa raiva, Garcia orienta usar a energia do sentimento para resolver a situação. "A raiva tem muita energia." Em momentos de tensão, a sugestão dele é parar um instante e pensar melhor, para não tomar decisões erradas.

A dica dos consultores é sempre mudar, se adaptar, mas isso não parece fácil. De acordo com Garcia, as pessoas aprendem a lidar com a emoção quando são crianças e reforçam seus comportamentos ao longo da vida. "Se fizer exercícios constantes, pode conseguir mudar, mas sem praticar é muito difícil. Dá para resolver sozinho, mas é melhor procurar ajuda", opina. O consultor é responsável pelo treinamento DL, que proporciona uma imersão de alguns dias – um verdadeiro tratamento de choque – para profissionais aprenderem a lidar com suas emoções.

A supervisora de vendas da rede de lojas de calçados Zutti, Elisane Secagno, afirma que conseguiu afastar desequilíbrios emocionais depois de participar do curso, em março deste ano. "A ansiedade diminuiu bastante. Eu também tinha insegurança, medo que as coisas dessem errado, apesar de saber o que é preciso fazer para dar certo", recorda. Agora, Elisane diz que perdeu todos estas preocupações, porque, no treinamento, vivenciou desafios muito maiores, que superaram qualquer um do seu dia-a-dia. "Antes eu tinha um relatório para fazer e fazia cinco vezes, ficava pensando se era aquilo mesmo que meu chefe queria. Hoje faço um só e pronto." Ela começou a sentir dificuldades quando ganhou mais responsabilidade e foi promovida do cargo de gerente para o de supervisora. Antes, como vendedora, também não enfrentava problemas.

* * * * *

Serviço: Inexh – (41) 3015-3939 – www.inexh.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]