Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Interessados na compra de soja paranaense não transgênica, representantes de 35 países europeus estiveram em Curitiba.

O mercado para o produto não modificado geneticamente é grande na Europa. Essa política de não consumir transgênicos faz com que o produto produzido no Paraná ganhe melhores preços dentro dos países mais exigentes.

Atualmente, metade da produção de soja no estado vem da agricultura familiar. A expectativa desses produtores é de exportar 60 mil toneladas de soja não transgênica na próxima safra.

A importância da visita da comitiva foi enriquecida com os dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, que destacam a perda de 16% no número de embarques de soja em grãos pelo porto de Paranaguá. Os motivos para a queda seriam a quebra na safra e a recusa do porto paranaense em transportar soja transgênica.

Confira a matéria completa em vídeo:http://www.ondarpc.com.br/tvparanaense/bomdiaparana/noticia.phtml?id=34987&video=1.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]