i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Fim de ano

Justiça manda DRT fiscalizar o madrugadão nos shoppings

Cerca de 2,5 mil pessoas trabalharão no horário especial de Natal em 4 shopping centers

  • PorGuido Orgis-Gazeta do Povo/Gazeta do Povo Online
  • 21/12/2005 08:31

A maratona de vendas marcada por quatro shoppings de Curitiba para a madrugada de sexta-feira para sábado deve ser acompanhada pela Delegacia Regional do Trabalho (DRT) por ordem da Justiça do Trabalho. Uma liminar concedida pelo juiz Antônio Cézar Andrade, da 1.ª Vara do Trabalho de Curitiba, determina que os lojistas e os centros de compras observem todos os direitos trabalhistas de seus funcionários, como o descanso de 11 horas entre as jornadas e o pagamento de horas-extras. Fica a cargo da DRT verificar se a lei está sendo seguida.

A decisão atende a parte dos pedidos feitos pelo Ministério Público do Trabalho em uma ação que tentava impedir o funcionamento dos shoppings no horário especial. O juiz entendeu que não havia sinais de que o madrugadão seria um desrespeito à legislação trabalhista, mas que deveria haver um cuidado especial para que o acordo entre trabalhadores e empresários seja cumprido.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Shopping Centers, Dilmira Stier, diz que a DRT participou da negociação do acordo que permite a abertura das lojas durante a madrugada e que a fiscalização era esperada. "Acredito que os lojistas vão conseguir cumprir todas as cláusulas", afirma. Segundo ela, devem ser pagas todas as horas-extras feitas durante a jornada especial, além de um adicional noturno de 30%.

Para o presidente do Sindicato dos Lojistas em Shopping Centers de Curitiba, Érico Morbes, os empresários estão oferecendo as condições de trabalho acertadas com os funcionários. Segundo ele, cerca de 2,5 mil pessoas trabalharão nos quatro shoppings que entraram na onda do madrugadão. "Haverá uma folga no Carnaval para quem trabalhar na madrugada e serão dadas as horas de descanso e as refeições para os vendedores", diz. Algumas lojas vão contratar vans e táxis para transportar os funcionários. Outras escolheram reservar quartos em hotéis para que eles descansem as 11 horas exigidas por lei entre as jornadas.

Apoio

Os shoppings que optaram pelo madrugadão terminaram de montar os esquemas para manter a segurança e a limpeza durante as mais de 30 horas de funcionamento ininterrupto. No Shopping Crystal, todos os 20 funcionários da manutenção e os 30 da limpeza estão escalados para o fim de semana. "É um momento em que ninguém tira folga para não haver falhas", afirma Paulo Rodrigues, responsável pelo setor.

O Shopping Curitiba aumentou em 50% o número de funções de apoio para o Natal. Cada turno tem quase 100 pessoas fazendo a limpeza, segurança e manutenção. O serviço é terceirizado – o que facilita a montagem das escalas, de acordo com o gerente de marketing, Carlos Torres. "Também teremos plantonistas do setor administrativo, como gerentes", conta.

No ParkShopping Barigüi, uma empresa terceirizada colocará 90 funcionários para fazer a limpeza e segurança durante o madrugadão. Em algumas funções, o aumento no número de postos é de 30%. No Shopping Müeller, haverá até 34 pessoas para fazer a segurança e 16 na limpeza durante o madrugadão. Por precaução o centro de compras contratou três vigilantes armados para proteger as entradas durante a madrugada. A segurança será reforçada também pela Polícia Militar, que destacou cinco viaturas para monitorar o movimento perto dos shoppings durante a noite de sexta para sábado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.