Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Foz do Iguaçu – As autoridades federais que atuam na fronteira do Brasil com o Paraguai, em Foz do Iguaçu, reconhecem que a confusão provocada pelo intenso fluxo de sacoleiros, ônibus de turismos, vans e táxis na região da Ponte da Amizade favorece a ação de traficantes de armas e de drogas.

Mesmo assim, nos últimos dois anos, a Polícia Federal apreendeu quase cinqüenta armas de diversos calibres e mais de 10 mil munições.

O delegado da Polícia Federal Geraldo Pereira confirma que a maior parte desse armamento, e principalmente a munição, é proveniente do Paraguai, e entra ilicitamente no país para ser distribuída em grandes centros urbanos, como São Paulo e Rio de Janeiro. Isso esquenta a polêmica sobre a facilidade de obtenção de armas ilegais.

PF

"Mesmo com um contingente aquém do que seria necessário para a fiscalização, a PF atua em 100% dos casos em que tem conhecimento de tráfico", afirmou o delegado. De janeiro a outubro deste ano, a Polícia Federal apreendeu 23 armas de fogo e 9 mil munições diferenciadas. Foram pistolas e revólveres, calibre 9 mm, 38, 7.65, e até 22 e 40, além de espingardas.

Apreensões em Foz do Iguaçu

Em 2005

Armas - 23

Munições - 9.068

Em 2004

Armas - 26

Munições - 2.269

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]