Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O primeiro campo com pequenas acumulações de petróleo licitado nesta quarta-feira pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, o Sempre Viva (Bahia) ficou com o consórcio formado pela Orteng Equipamentos e Sistemas, Logos Engenharia e Delp Engenharia Mecânica.

O grupo fez uma proposta de R$300 mil pelo campo, cujo preço mínimo era de R$ 1.007,00. Embora o lance tenha sido inferior à maior oferta, de R$ 577.542, feita pela Transportes Dalçoquio, o consórcio liderado pela Orteng venceu no quesito de unidades de trabalho, que tem peso de 75% sobre a pontuação total.

Cada unidade de trabalho corresponde a cerca de R$ 10 mil em investimentos no campo. A proposta Orteng contava com 126 unidades de trabalho, contra 65 da Dalçoquio.

Ao todo, houve oito grupos interessados na disputa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]