Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, em Riad, na Arábia Saudita, para o encontro da Opep | Fayez Nureldine/AFP
O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, em Riad, na Arábia Saudita, para o encontro da Opep| Foto: Fayez Nureldine/AFP

A produção de petróleo bruto da Rússia em qualquer acordo para impulsionar os preços vai depender de que os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) concordem entre si e de discussões entre Moscou e o cartel, disse neste domingo o ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak.

“Eu gostaria de reforçar mais uma vez que não estamos prontos para dar números porque as consultas continuam e os níveis dependerão de um acordo da OPEP e do resultado de nossas negociações com a Opep”, disse Novak a jornalistas em Riade.

Novak foi convidado no início deste domingo pelo ministro saudita Khalid al-Falih para se encontrar com outros ministros de energia do Golfo Pérsico como parte de esforços para cooperação com países que não são membros da Opep para estabilizar o mercado de petróleo.

O ministro russo não quis responder se o país iria concordar em congelar sua produção ou reduzi-la da forma como se estabeleceu em tentativa de acordo no mês passado na Argélia, a qual previa corte na produção para um nível entre 32,5 e 33 milhões de barris por dia.

“Estamos olhando para um número de opções”, afirmou Novak. “Não quero dar a decisão final ainda, mas estamos considerando algumas opções no momento”, concluiu.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]