i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Proposta de Guedes

Leia a íntegra do projeto de reforma tributária do governo federal

  • PorGazeta do Povo
  • 21/07/2020 16:52
O ministro Paulo Guedes conversa com Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, na cerimônia de entrega do texto da reforma tributária.
O ministro Paulo Guedes conversa com Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, na cerimônia de entrega do texto da reforma tributária.| Foto: Pedro França/Agência Senado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, entregou nesta terça-feira (21) a primeira etapa do projeto de reforma tributária do governo federal ao Congresso. A proposta prevê a criação de um tributo do tipo IVA (Imposto sobre Valor Agregado), unindo PIS e Cofins. O novo tributo seria chamado de Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS). Segundo o ministro, o Congresso poderá "acoplar" o ICMS, estadual, e o ISS, municipal, à CBS – o que não está previsto no texto inicial.

Veja a íntegra do projeto de lei encaminhado pelo governo federal nesta terça-feira (21):

De acordo com Guedes, esta é a primeira etapa da reforma do governo. Outras propostas de alteração devem ser encaminhadas ao Congresso, ainda sem data definida. As novas mudanças devem incluir o Imposto de Renda (IR), o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e a desoneração da folha de salários, com a possível criação de um imposto sobre pagamentos.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.

  • M

    marcio mantovani

    ± 0 minutos

    escrevi um artigo para este jornal sobre a reforma tributaria. este era o meu medo. populismo e falta de uma proposta de simplificacao que entenda a necessidade de simplificar os tributos e acabar com as isencoes de todo tipo. esta proposta aumenta substanciamente o imposto para as empresas de servicos. triste...

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • Máximo 700 caracteres [0]