i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
montadora

Reino Unido diz que emprestará US$ 412 milhões para GM

Montadora emprega perto de 48 mil trabalhadores na Europa. GM busca ajuda da Alemanha, Espanha, Polônia e Áustria

  • PorAgência Estado
  • 12/03/2010 14:40

O governo do Reino Unido informou nesta sexta-feira (12) que a divisão europeia da General Motors terá 300 milhões de euros (US$ 412,17 milhões) em empréstimos bancários, como parte de um pacote de ajuda dos governos europeus e dos EUA para a montadora.

No início do mês, a GM disse que ampliaria o financiamento para a alemã Adam Opel e sua marca britânica Vauxhall para 1,9 milhão de euros (US$ 2,61 milhões) e reduziria seu pedido por ajuda estatal para menos de 2 bilhões de euros (US$ 2,75 milhões) antes de uma grande reestruturação em torno de suas operações deficitárias na Europa.

"Nós precisamos que a Vauxhall se fortaleça dentro da base industrial automotiva britânica e, na sequência de nossas negociações com a GM europeia, eu estou confiante de que ela irá fazê-lo", declarou o secretário de Negócios britânico, Peter Mandelson.

A montadora emprega perto de 48 mil trabalhadores na Europa, metade deles na Alemanha. A montadora planeja cortar 8.354 empregos na região, com a Alemanha correspondendo por cerca de 4 mil vagas, além de reduzir a capacidade de produção em 20%.

Além do Reino Unido, a GM está buscando ajuda governamental da Alemanha, Espanha, Polônia e Áustria a fim de ajudar a financiar a sua reestruturação. O plano de financiamento inicial da GM enfrentou ampla resistência política na Alemanha, uma vez que o país deverá responder pela maior fatia da ajuda estatal. As informações são da Dow Jones.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.