Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) recuou em cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas, na segunda semana de abril. Os dados divulgados nesta terça-feira mostram que a desaceleração mais forte foi registrada em Salvador, onde a taxa passou de 0,66% para 0,43%.

Depois veio Recife, de 0,78% pra 0,66%; São Paulo, de 0,11% para 0,00%; Belo Horizonte, de 0,51% para 0,41% e Brasília, de 0,24% para 0,22%. No Rio de Janeiro a taxa subiu de 0,22% para 0,30% e em Porto Alegre, de 0,42% para 0,48%.

O recuo nos preços dos combustíveis, do gás de botijão e na taxa de água e esgoto residencial foi o maior responsável pela desaceleração da inflação semanal. Os itens que apresentaram as maiores altas no período foram alimentos, roupas e remédios.

A nível nacional, o IPC-S de 15 de abril também desacelerou para 0,23%, ante a taxa de 0,30% registrada na semana anterior, conforme a FGV havia divulgado nesta segunda-feira.

O IPC-S tem como referência os preços de cerca de 450 produtos e serviços usados por famílias que ganham até 33 salários mínimos em sete capitais brasileiras.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]