i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Dívidas

Serasa prevê alta da inadimplência no 2º semestre

Em maio, indicador registrou alta de 0,3% em relação a abril. Esta é a sétima alta mensal seguida

  • PorAgência Estado
  • 14/07/2010 06:02

A inadimplência dos consumidores deve crescer no segundo semestre do ano, segundo informou hoje a Serasa Experian, empresa especializada em análise de crédito. Em maio, o Indicador Serasa Experian de Perspectiva de Inadimplência do Consumidor registrou alta de 0,3% em relação a abril, atingindo o patamar de 98,6. Esta é a sétima alta mensal seguida.

Pela metodologia utilizada, o indicador busca prever, em um horizonte médio de seis meses, as oscilações cíclicas da inadimplência. Níveis abaixo de 100 indicam que, apesar do horizonte de elevação no segundo semestre, a inadimplência do consumidor não deve atingir patamares críticos, "a exemplo do que ocorreu em 2005 ou, mais recentemente, entre o final de 2008 e o início de 2009, em função dos reflexos da crise financeira internacional sobre a economia brasileira à época".

Segundo os técnicos da Serasa Experian, "o crescimento acelerado do endividamento dos consumidores ao longo dos últimos trimestres, acima da expansão da massa de rendimentos, e o atual ciclo de aperto monetário (elevações da taxa Selic), aumentando o comprometimento de renda do cidadão com pagamentos de juros e amortizações, contribuirão para a elevação dos níveis de inadimplência dos consumidores nos próximos meses".

Empresas

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva de Inadimplência das Empresas, também divulgado hoje, apontou queda de 1,4% em maio ante abril. Este foi o 13º recuo mensal consecutivo. "Tal movimento sinaliza que a inadimplência das empresas tenderá a se reduzir ao longo da segunda metade de 2010", informaram o técnicos. "Contudo, o índice se mantém acima do nível 100, significando que esta redução dos níveis de inadimplência corporativa se dará de forma bastante gradual." De acordo com os economistas da Serasa Experian, a expansão da economia brasileira é o principal motivo para a pressão de queda dos níveis de inadimplência entre as empresas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.