233056

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Economia
  3. Serviço de caronas pelo Waze chega ao Brasil

Caronas pelo app

Serviço de caronas pelo Waze chega ao Brasil

Carpool, a novidade do Waze para o Brasil, pretende estimular caronas entre colegas de trabalho e pessoas que fazem os mesmos trajetos diariamente

  • Infomoney, com informações da redação
Carpool conecta pessoas que vão aos mesmos lugares rotineiramente. | Waze/Divulgação
Carpool conecta pessoas que vão aos mesmos lugares rotineiramente. Waze/Divulgação
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Waze (uma empresa subsidiária do Google) lançou nesta terça-feira (21) o Carpool, nova funcionalidade de compartilhamento de caronas, em um evento em São Paulo. Na prática, a ideia é conectar pessoas que vão para o mesmo destino ou a destinos no mesmo sentido no dia a dia. O serviço estará disponível no país inteiro a partir desta quarta-feira (22). O Brasil é o primeiro a receber o Carpool em escala nacional — algumas cidades dos Estados Unidos já possuem o recurso. 

O Waze Carpool funciona mais ou menos nos mesmos moldes da Uber e 99, mas a empresa quer dar mais peso ao relacionamento entre os usuários e otimização no uso de carros do que em lucro aos motoristas. “Não é para ser um trabalho. O objetivo é ajudar as pessoas que estão próximas de você e tirar carros da rua”, afirmou Noam Bardin, CEO do Waze. 

Para isso, a empresa anunciou um novo aplicativo, o Carpool. É por meio dele — e também do app convencional do Waze — que as caronas acontecem. O motorista usa o Waze (que é o mesmo já existente) e o passageiro, apenas o Carpool. 

LEIA TAMBÉM:Ambev anuncia a compra de 1,6 mil caminhões elétricos da Volks

Quem tiver carro pode escolher quem convidar para dar a carona e o passageiro aceita ou não o convite. A carona só acontece se ambos se escolherem na plataforma e é possível levar mais de um passageiro. 

Para se cadastrar no aplicativo basta se conectar com o Facebook e informar um e-mail corporativo (opcional, mas uma forma de aumentar a credibilidade da identidade do usuário). Por segurança, tanto o condutor quanto o passageiro podem verificar redes sociais, avaliação de outras caronas e quilômetros rodados. Além disso, o motorista pode escolher pessoas do mesmo gênero ou apenas colegas de trabalho para dar a carona e para reportar algum problema é só avisar a empresa por meio do próprio aplicativo. Há uma equipe de suporte para auxiliar. 

Neste primeiro mês de operação do aplicativo no Brasil, todas as caronas sairão por R$ 2, mas os motoristas receberão o valor integral — a diferença será coberta pelo Waze. Depois desse período, o custo das caronas dependerá da distância percorrida: até 5 km custará R$ 4; entre 5 km e 40 km, a corrida sairá por R$ 10; e, ultrapassado esse limite, o preço subirá por quilômetro até R$ 25, valor máximo cobrado na plataforma.

Os motoristas só podem oferecer duas caronas por dia, por enquanto, e o pagamento é feito pelo sistema dentro do aplicativo, apenas com cartão de crédito. O aplicativo ainda conta com um chat para as duas partes se comunicarem. “Nosso principal concorrente é o motorista sozinho dentro do carro com assentos vazios”, afirmou Bardin. 

O Brasil tem a segunda maior base ativa do Waze, com 4 milhões de usuários, e um perfil que adota rapidamente novidades tecnológicas. Esses fatores pesaram na escolha do país para a estreia em escala nacional do Carpool.

O Waze está trabalhando em parceria com a prefeitura de São Paulo para implementar o Carpool em novos projetos. João Octaviano Machado, secretário municipal de mobilidade e transportes, explicou que o automóvel é uma necessidade, mas tem suas limitações e a cidade precisa aprender a conviver com isso. Ele afirmou ainda que existe a possibilidade da criação de uma faixa exclusiva nas principais vias da cidade para carros compartilhados. O projeto está em discussão. O objetivo do Waze é reduzir o congestionamento em até 16% na capital paulista.

O Waze foi criado em Israel e comprado pelo Google, em 2013, por US$ 966 milhões.

LEIA TAMBÉM:Uber investirá R$ 250 milhões em cinco anos para melhorar segurança no Brasil

Como usar o Waze Carpool

Se quiser pegar carona: baixe o app Carpool, complete seu perfil com seu e-mail, defina seu roteiro, cadastre seu cartão de crédito e solicite carona para as pessoas que escolher dentro da plataforma.

Se quiser dar carona: baixe o Waze, habilite o Carpool dentro do app e inclua seu e-mail, defina seu roteiro, informe sua conta corrente e ofereça carona para quem desejar dentro da plataforma. 

Ambos os apps estão disponíveis para Android e iOS e podem ser baixados nesta página. Além do preço promocional de R$ 2 por corrida, usuários poderão indicar amigos para o serviço em troca de um bônus de R$ 30.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>