Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O setor supermercadista prevê um faturamento nas vendas da semana do Natal 14% superior ao do mesmo período de 2007, segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), realizado com 500 empresários de todo o País. A pesquisa destaca que 71% dos executivos afirmaram ter aumentado seus pedidos junto à indústria para as encomendas de final de ano, ante 65% do mesmo período do ano passado.

"A crise ainda não deve chegar à ceia dos brasileiros. Ao contrário, a expectativa do setor é de otimismo com o Natal", afirmou o presidente da Abras, Sussumu Honda. Segundo ele, apesar da elevação das encomendas, os supermercadistas esperam um consumidor mais conservador neste fim de ano.

Segundo o levantamento, os empresários do setor aumentaram os pedidos de brinquedos, aves e carnes, panetones e frutas secas para este Natal. As encomendas de peru tiveram uma ampliação de 9%, conforme 55% dos entrevistados. Em relação às carnes, as compras de pernil foram 10% superiores para 60% dos executivos e as de tender cresceram 7% para 10% dos executivos.

Ainda conforme a pesquisa, os pedidos de panetones subiram 10% para 74% dos entrevistados. Entre as bebidas nacionais, houve elevação de 10% nas encomendas para 64% dos empresários, enquanto para 82% deles os pedidos de cerveja e refrigerantes cresceram 12% sobre a mesma data de 2007.

Entre os produtos importados em geral, como azeites, óleos, queijos e bebidas, 39% dos executivos informaram ter aumentado suas encomendas em 9%. Já os pedidos de bacalhau saltaram 10% para 38% dos entrevistados. As encomendas de brinquedos, conforme 43% dos supermercadistas, cresceram 12%. O levantamento foi realizado entre os dias 17 de outubro e 14 de novembro

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]