Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A Telefônica Vivo confirmou nesta quinta-feira (2) que realizou um Programa de Demissão Voluntária (PDV), em fevereiro, no quadro de colaboradores de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A empresa negou, no entanto, que exista alguma definição sobre uma suposta reorganização com a compra da GVT. Em nota enviada à imprensa, a companhia não revela o número de trabalhadores que aderiram ao PDV e justifica que a reorganização foi feita para obter maior sinergia de processos e atividades, a fim de enfrentar os desafios de mercado. A Oi, principal concorrente no segmento de telefonia fixa e móvel no Brasil, anunciou na quarta-feira (1) a demissão de 1.070 funcionários diretos no mês de abril, o equivalente a 6% de seu quadro atual. A iniciativa, que atingirá trabalhadores em todos os níveis da empresa, se soma ao desligamento de 150 executivos no fim do ano passado. Segundo a Oi, os cortes resultaram em redução próxima de 20% nas despesas com pessoal.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]