Pela primeira vez, o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, admitiu estar preocupado com o ritmo lento de crescimento dos investimentos públicos. "A velocidade dos investimentos este ano não está ideal. Estamos preocupados com isso", afirmou. De janeiro a julho, os investimentos somaram R$ 24,5 bilhões, 2,4% a menos que no mesmo período de 2010. Augustin disse que espera uma aceleração do ritmo dos desembolsos nos próximos meses. Segundo ele, o objetivo continua sendo o de superar os investimentos feitos no ano passado. O secretário informou que o governo estuda a possibilidade de contabilizar os gastos com o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida como investimentos – hoje, a maior parte dos desembolsos está na rubrica de custeio porque são contabilizados como subsídios. "Estamos avaliando qual a melhor forma. É uma discussão técnica que estamos fazendo", antecipou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]