i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Paralisação

Trabalhadores rejeitam oferta e bancos continuam em greve

Fenaban apresentou 8,5% de reajuste. Trabalhadores exigem alta de 16%

    • Da redação
    • 21/10/2015 17:45
     | Henry Milléo/Gazeta do Povo
    | Foto: Henry Milléo/Gazeta do Povo

    O Comando Nacional dos Bancários rejeitou mais uma vez a proposta de reajuste salarial oferecida pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) nesta quarta-feira, 21, na segunda rodada de negociações iniciada desde o início da greve.

    Com isso, a categoria dará continuidade à paralisação, que dura 16 dias.

    Em nota encaminhada à imprensa, as instituições informaram que ofereceram 8,75% de aumento, índice acima dos 7,5% de terça, 20. Segundo o Sindicato dos Bancários de Curitiba, porém, a proposta foi rejeitada pelo Comando, que pede uma elevação de 16% nos salários.

    Os bancários argumentam, em nota, que o reajuste apresentado continua abaixo da inflação – no período, o INPC foi de 9,88%.

    No Estado

    No seu 16.º dia, a greve afetou os trabalhos de 14.840 pessoas, 352 agências e 11 centros administrativos em Curitiba e Região .

    No Paraná, o número de funcionários ultrapassa os 20 mil e o de agências, 820.

    A nova proposta da Fenaban exclui o abono de R$ 2,5 mil, que fora oferecido nas primeiras negociações. As rodadas de negociações para dar fim à greve ocorrem em São Paulo.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.